Aliança Empresarial é contra lockdown

 Aliança Empresarial é contra lockdown

foto Caio Henrique

Nesta semana, a Aliança Empresarial, enviou ofício ao presidente do Cioeste (Consórcio Intermunicipal da Região Oeste), Rogério Lins, se posicionando contra o lockdown e defendendo medidas restritivas pontuais.

A Aliança Empresarial é composta pelo SinHoRes (Sindicato Empresarial de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares), Sincomércio (Sindicato do Comércio Varejista de Osasco e Região) e ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barueri).

No documento enviado, a Aliança afirma ser possível reduzir danos da pandemia sem que se aplique um lockdown na acepção do termo, ou seja, com confinamento e bloqueio total das atividades. Para a entidade, medidas de restrição pontuais e estabelecidas por período determinado, além da fiscalização do cumprimento dessas medidas, com punições aqueles que descumprirem, seriam eficazes para reduzir o número de casos de contágio pelo coronavírus.

Na próxima semana, as 11 cidades que compõem o Cioeste irão antecipar diversos feriados para evitar dia útil e assim reduzir a circulação de pessoas e, consequente, o número de casos de Covid-19.

A Saúde pública está à beira do colapso com o aumento acelerado de casos. Barueri atingiu 100% de ocupação em leitos de enfermaria para Covid e 93% de UTI. Em Osasco, as vagas em UTI chegaram a 93% pela primeira vez desde o início da pandemia, em março do ano passado.  A situação é semelhante em todo o estado e o governo decretou fase emergencial, até 30 de março, com funcionamento apenas de atividades essenciais e toque de recolher entre 20h e 6h, todos os dias. 

Da Redação