Audiência na Câmara discute empregabilidade em Osasco

 Audiência na Câmara discute empregabilidade em Osasco

Divulgação

A Câmara Municipal de Osasco realizou no dia 25 uma audiência pública realizada pela Frente Parlamentar de Emprego, Trabalho, Renda e Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Comissão de Economia e Finanças, para debater as questões de empregabilidade e de qualificação profissional da população osasquense.

 

Na tribuna, a vereadora Elsa Oliveira, presidente da Frente e da Comissão, disse que a taxa de desemprego ficou em 11,1% no 1º trimestre de 2022, estimando-se que a falta de trabalho formal alcance hoje quase 12 milhões de brasileiros, de acordo com pesquisa divulgada na 1ª quinzena de maio pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Elsa também falou sobre o recente estudo Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, realizado pelo Observatório Nacional da Indústria para identificar gargalos futuros por causa de mão de obra e orientar a formação profissional da base industrial do país, apresentou um cenário preocupante.

 

“Segundo o levantamento, até 2025 o Brasil vai precisar qualificar, nada mais nada menos, que 9,6 milhões de pessoas, apenas em ocupações industriais. E se pensarmos em um mercado em acelerada transformação, além da preocupação com os que já estão desempregados, como lidar, também, com as profissões ou funções que estão em vias de serem extintas?”, questionou a vereadora.

 

De acordo com Elsa, é preciso haver um movimento coordenado de governos, instituições de ensino e setor privado para elaborar um plano urgente e prático que alavanque o potencial de milhões de brasileiros: repensar a qualificação e a requalificação profissional é fundamental para o futuro de um Brasil mais inclusivo”.

 

Participaram do encontro representantes das secretarias municipais de Secretarias de Emprego, Trabalho e Renda; de Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Econômico; e de Políticas para Mulheres e Promoção da Diversidade, da Fatec; do Senac; da Associação Comercial e Empresarial de Osasco, do Secor e Senai, além dos secretários Lau Alencar, de Transportes e Mobilidade Urbana de Osasco; Alexandre Jurcovichi, de Mobilidade Urbana e Transportes de Jandira; e o Diretor do Banco de Alimentos de Osasco, João Paulo Pucciarello.

Da Redação