Barueri castra 590 pets em quatro dias

 Barueri castra 590 pets em quatro dias

(Divulgação)

A última campanha de castração de pets realizada gratuitamente pela prefeitura de Barueri, por meio da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema), aconteceu entre os dias 3 e 6 de maio e castrou 590 cães e gatos machos e fêmeas.

Desde 2017 o serviço já castrou quase 18 mil pets, atingindo uma média de quatro mil animais atendidos por ano. “Esse serviço é disponibilizado gratuitamente para protetoras, munícipes e atende também aos animais resgatados pelo CEPAD”, explicou Ivan Vanderley Silva, diretor de Biodiversidade da Sema.

Os mutirões acontecem mês sim / mês não, mesmo durante a pandemia, e, além da castração, incluem também a microchipagem do animal, conforme previsto na lei municipal nº 2.588, de 18 de dezembro de 2017, que determina que os donos de animais domésticos moradores do município coloquem em seus pets microchips que armazenam informações sobre seu responsável, a serem acessadas em casos de perda ou abandono.

A castração, além de deixar os pets mais calmos e evitar o crescimento desordenado da população canina e felina, que por si só os expõe a diversos riscos, reduz a chance de desenvolverem doenças como a Piometra, outras infecções uterinas, câncer de mama, câncer no testículo e problemas na próstata, dentre outros. Com relação ao câncer de mama, 99% das fêmeas caninas castradas antes do primeiro cio não apresentam o problema; já nas gatas, a queda fica entre 40 e 60%.

“A castração de cães e gatos é um ato de amor e também de guarda responsável. Muitos animais não têm a felicidade de encontrar um lar, por isso, quanto mais animais cadastrados, menor o abandono. Sem contar que, quando castrados, os cães e gatos apresentam menor ímpeto de perambular pelas ruas, diminuindo os acidentes”, relatou a médica veterinária Camilla P. Camargo, responsável pelo Centro de Atenção ao Animal Doméstico de Barueri.

Da Redação