• 18/10/2021

Bilionários deveriam focar em consertar a Terra, diz William sobre turismo espacial

 Bilionários deveriam focar em consertar a Terra, diz William sobre turismo espacial

Divulgação

O príncipe William criticou os bilionários envolvidos na corrida de turismo espacial nesta quinta-feira (14). O neto da Rainha Elizabeth II e primogênito do príncipe Charles disse que as grandes mentes do mundo deveriam se concentrar em resolver os problemas ambientais que a Terra enfrenta.

Durante uma entrevista à BBC, William aparentemente criticou Jeff Bezos, a pessoa mais rica do mundo, o empresário Elon Musk e o britânico Richard Branson, cujos empreendimentos rivais estão todos competindo para inaugurar uma nova era de viagens espaciais comerciais privadas.

“Precisamos das melhores mentes e dos melhores cérebros do mundo concentrados em tentar consertar este planeta, não tentando encontrar o próximo lugar para ir e viver”, disse William sobre a corrida espacial.

Seus comentários foram feitos depois que Musk falou sobre missões a Marte, e Bezos descreveu seu voo espacial inaugural em julho como parte da construção de uma estrada para o espaço “para que nossos filhos e seus filhos possam construir um futuro”.

“Precisamos fazer isso para resolver os problemas aqui na Terra”, disse Bezos, que nesta quarta-feira (13), comemorou o envio do ator de Star Trek, William Shatner, ao espaço em sua nave New Shepard.

Falar sobre questões do meio ambiente se tornou uma característica importante da família real britânica, e William, de 39 anos, está seguindo os passos de seu falecido avô, o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, e de seu pai, o príncipe Charles.

Charles, o herdeiro do trono de 72 anos, há décadas clama por ações para impedir a mudança climática e os danos ambientais, muito antes de a questão se tornar comum.

“Tem sido uma estrada difícil para ele. Ele teve uma jornada realmente difícil e acho que ele está bem à frente”, disse William sobre o pai.

Ecoando a mensagem de seu pai no início desta semana, William também disse que a próxima cúpula da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática COP26 na Escócia tem de ser realizada.

“Não podemos ter discursos inteligentes, mas não termos ação suficiente”, disse William.

A resposta pessoal do príncipe ao problema foi criar o Prêmio Earthshot, que visa encontrar soluções por meio de novas tecnologias ou políticas para os maiores problemas ambientais do planeta.

Os primeiros cinco vencedores, que vão arrecadar 1 milhão de libras (equivalente a mais de 7 milhões de reais) cada, serão anunciados em uma cerimônia neste domingo (17). (cnnbrasil.com.br)