Cemitérios e velórios de Osasco serão concedidos à iniciativa privada

 Cemitérios e velórios de Osasco serão concedidos à iniciativa privada

Divulgação

Por 17 votos favoráveis os vereadores de Osasco aprovaram, nesta terça-feira (6), em segunda discussão, durante sessão extraordinária, o Projeto de Emenda à Lei Orgânica 14/2018 que autoriza a prefeitura a conceder os serviços funerários e cemitérios para iniciativa privada. A contratação da empresa será realizada por meio de licitação. A Lei Orgânica atual define que os serviços funerários e de cemitérios serão organizados e prestados, direta e exclusivamente, pelo município.

Durante a primeira discussão, no dia 22 de junho, a vereadora Juliana da AtivOz (Psol) foi a única a se posicionar contra a proposta, que naquele dia foi aprovada com 16 votos a favor e um contrário. “Sou contra a privatização de qualquer equipamento público. Entendo que existe uma burocracia em torno dos serviços públicos que geralmente é usado como justificativa para terceirização. Acredito que Osasco tem a capacidade de gerir o grande fluxo de verbas municipais. Sou contra qualquer tipo de terceirização. Deixo aqui minha indignação em ver mais um equipamento público sendo terceirizado”, desabafou Juliana na tribuna.

Na ocasião, o vereador Délbio Teruel (DEM) defendeu a proposta. “Vemos o sacrifício para conseguir carros e fazer o transporte dos corpos. Para ter gente suficiente para dar conta. Temos que ter um trato especial para essa situação. A situação dos velórios e cemitérios precisa de melhorias e a gente sabe disso”, comentou.

Graciela Zabotto