CiOeste quer capacitar profissionais para trabalhar na indústria de streaming

 CiOeste quer capacitar profissionais para trabalhar na indústria de streaming

Divulgação

O Grupo de Trabalho (GT) de Cultura do CiOeste se reuniu no último dia 27 para debater ações voltadas para os profissionais da área e com o objetivo de realizar medidas conjuntas com as 11 cidades que compõem o Consórcio.

 

Dentre elas está a criação de cursos profissionalizantes para áreas que atendam à demanda da crescente plataformas de streaming, como Netflix e Amazon, que empregam, por exemplo, dubladores, roteiristas, cenografistas, dentre outras áreas.

 

Outros dois eixos foram debatidos. O segundo será voltado à formação dos artistas para a atuação enquanto pessoa jurídica, com a intenção de ensiná-los a lidar com CNPJ, formação de MEI, nota fiscal, inscrições em editais e demais processos do campo burocrático.

 

Já o terceiro terá como foco capacitar os profissionais de cultura para que possam administrar suas plataformas digitais, e-mail, redes sociais e demais meios eletrônicos de comunicação.

 

O grupo é coordenado pelo secretário-adjunto de Cultura de Osasco, Paulinho Samba de Rua. Também participaram da reunião Aline Cristina, mediadora cultural; e Maria Tereza, coordenadora de Relacionamento com a Indústria e a Comunidade, ambas representantes do Sesi. Segundo elas, a entidade pode fazer parceria com o GT para colaborar com alguns cursos voltado a artistas da região.

Graciela Zabotto