Com Adenízia e 2 estrangeiras vôlei Osasco apresenta equipe

 Com Adenízia e 2 estrangeiras vôlei Osasco apresenta equipe

Divulgação

O Osasco São Cristóvão Saúde anuncia nesta terça-feira (5) o elenco para a temporada 2022/23 que inclui o Campeonato Paulista e a Superliga, a partir de agosto. São 17 atletas, com destaque para as renovações de Fabiana, Kenya e Tifanny, a contratação de duas estrangeiras (a polonesa Malwina Smarzek e a norte-americana Micaya White) e a chegada da ponteira Drussyla, da líbero Natinha e da central Adenizia, que volta a vestir a camisa osasquense após sete anos.

 

O vôlei Osasco manteve seis atletas da equipe que disputou a temporada passada, o que representa 40%. Além da central Fabiana e da oposta Tifanny, permanecem a ponteira Silvana, a meio de rede Saraelem, a levantadora Kenya e a líbero Key Alves. Camila Brait também fará parte do grupo, mas fora da quadra. Para encaixar o projeto da segunda gravidez com o time, ela assume a função de Embaixadora.

 

As estrangeiras chegam para trazer potência ao ataque osasquense. A oposta Smarzek tem 1,91 metro de altura e experiência de passagens pelo vôlei da Itália e Rússia, além da seleção polonesa. A ponteira norte-americana Micaya tem 1,86m e defendia o time do Cannes, da França. “Osasco é um grande clube, reconhecido mundialmente, e estou muito animada com a oportunidade de jogar no Brasil”, disse Smarzek.

 

Juntamente com Adenizia e Drussyla, as demais caras novas do Osasco São Cristóvão Saúde entre as brasileiras são as levantadoras Giovana e Maynara, a central Muralha e o trio de ponteiras Duda, Glayce Kelly e Tamara, que já trabalhou com o técnico Luizomar nas categorias de base da Seleção Brasileira.

 

“Buscamos montar um grupo de atletas qualificadas, mesclando grandes nomes com jovens talentos, sempre no sentido de agregar talentos complementares. Isso nos dará opções técnicas e táticas para a construção da equipe para mais uma temporada do vôlei estadual e nacional, que tem subido de nível competitivo ano após ano. Tenho certeza de que todas, tantos as meninas que permanecem como as que chegam, entendem o peso da camisa, a paixão do nosso torcedor e a responsabilidade de entrega total em quadra na luta por vitórias e títulos”, afirmou o técnico Luizomar.

 

O trabalho no ginásio José Liberatti já começou. A maioria das atletas já se apresentou para testes, avaliação e início da pré-temporada. O técnico Luizomar e sua comissão técnica só aguardam a chegada das estrangeiras e da levantadora Kenya e da líbero Natinha, convocadas para a Seleção Brasileira para a Liga das Nações.

Da Redação