Com apenas 37% do público alvo vacinado, Itapevi prorroga imunização contra gripe

 Com apenas 37% do público alvo vacinado, Itapevi prorroga imunização contra gripe

Divulgação

A prefeitura de Itapevi prorrogou até o dia 24 deste mês a vacinação contra a gripe. Segundo o Ministério da Saúde, devem se vacinar idosos acima de 60 anos, crianças de 6 meses a cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres com bebês até 45 dias), pessoas com deficiência e comorbidades e profissionais da saúde, da segurança, da educação e do transporte rodoviário.

 

A campanha que deveria ser encerrada nesta sexta-feira (3) foi prorrogada porque apenas 37% do público autorizado tomou o imunizante contra a Influenza. A meta de vacinação é atingir até 90% desse grupo, considerado mais vulnerável ao vírus.

 

Em Itapevi, a imunização acontece em todos os 15 postos de saúde, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nas Unidades de Saúde da Família (USF), de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h. Vitápolis e Suburbano vacinam até as 18h

 

Nas unidades de saúde do Suburbano e do Vitápolis, o horário de vacinação é ampliado e as pessoas podem se vacinar até as 18h, sempre de segunda a sexta-feira.

 

Influenza: A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz).

 

Alergia a ovo: A vacina é contraindicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações.

 

Veja quem pode se vacinar contra a gripe: Idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde; crianças acima de 6 meses a menores de 5 anos de idade; gestantes e puérperas; indígenas, professores, pessoas com deficiência e pessoas com comorbidades; forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos

Da Redação