• 02/12/2021

Combustível caro pode levar tarifa de ônibus a quase R$ 7 em Osasco

 Combustível caro pode levar tarifa de ônibus a quase R$ 7 em Osasco

Divulgação

Os seguidos reajustes nos preços dos combustíveis levaram os donos de empresas de ônibus que prestam serviços de transporte coletivo em Osasco a procurarem o prefeito Rogério Lins para negociar reajuste de até 50% na tarifa atual de R$ 4,50. Isso significa que a passagem na cidade pode chegar a R$ 6,75.

Para evitar esse aumento, que vai pesar no bolso do usuário, Lins está com a Frente Nacional dos Prefeitos para reivindicar aos governos estadual e federal subsídios para o transporte coletivo das cidades.

“Devido aos consecutivos aumentos da gasolina e do diesel este ano, prefeitos de todo o Brasil estão unidos e reunidos neste momento para solicitarem aos governos federal e estadual, subsídios para o Transporte Coletivo das Cidades. Se isso não acontecer, as empresas de ônibus poderão aplicar reajustes de até 50% na tarifa, já que estão há 3 anos sem reajuste”, publicou Lins em suas redes sociais.

Segundo ele, em Osasco, as empresas solicitaram uma tarifa acima de R$ 6,00. “Mas não admitiremos que todo esse aumento aconteça. A prefeitura, se for necessário, subsidiará com recursos municipais parte do reajuste solicitado, para reduzirmos o máximo possível, o impacto à nossa população”.