Cristiano Ronaldo agride criança autista e vive polêmica na Europa

 Cristiano Ronaldo agride criança autista e vive polêmica na Europa

Divulgação

Cristiano Ronaldo sempre ficou marcado por boas ações com relação ao futebol e ter boa relação com os fãs, mas quando a fase não é boa dentro dos gramados, até fora dele o atleta acaba se envolvendo em alguma confusão.

Desta vez, Cristiano Ronaldo estava deixando o gramado após uma derrota do Manchester United por 1 a 0 pelo Campeonato Inglês. O jogador português se deparou com um jovem de 14 anos, que tem autismo, e acabou o agredindo. Depois do ocorrido, ele pediu desculpas.

Nunca é fácil lidar com as emoções em momentos conturbados como aquele que estamos passando. Ainda assim, temos sempre de mostrar respeito, paciência e dar o exemplo a todos os jovens que amam este belo esporte. Queria pedir desculpas pela minha atitude e, se possível, queria convidar este torcedor para assistir a um jogo em Old Trafford como um sinal de fair-play”.

Mas a mãe afirmou que o pedido de desculpas não foi de coração.

“Por que eu deveria viajar para Old Trafford? Por que um ‘blue’ quer ir visitar um ‘red’ (se referindo às cores de Everton e Manchester United). Se ele fosse genuíno, acho que deveria ter se virado no momento do incidente, pegado o telefone de Jake e dito: ‘Me desculpe’”, disse Sarah Kelly.

Na situação, o astro português convidou o jovem Jake Harding, de 14 anos, para conhecer o estádio Old Trafford. Mas a Sarah Kelly afirmou que Jake não quer conhecer CR7 após a suposta agressão.

“Só porque ele é o Cristiano Ronaldo? Por que faríamos isso? Agiu como se devêssemos um favor a ele, mas sinto muito, não devemos. Recusamos gentilmente a oferta de ir para o United porque Jake não quer ir para lá e não quer ver Ronaldo”, disse a mãe, em entrevista à Sky Sports.

Cristiano Ronaldo fora da ONG Save the Children

Uma das principais instituições de caridade para crianças em Inglaterra, a Save The Children, decidiu que Cristiano Ronaldo não é mais um dos seus embaixadores, após o incidente registrado depois do final do jogo com o Everton.

De acordo com o The Sun, a organização trabalha para que as crianças se sintam seguras, com saúde e tenham a possibilidade de estudar e a atitude de Ronaldo não encaixa com aquilo que promovem. (ofuxico.com.br)

Da Redação