• 02/12/2021

Deputados se manifestam contra preconceito a Lucas no BBB

 Deputados se manifestam contra preconceito a Lucas no BBB

(Divulgação)

Dois deputados estaduais de Osasco usaram as redes sociais para manifestar indignação sobre a forma como Lucas Koka foi tratado no BBB. Lucas deixou o reality show global na madrugada de domingo, 7. O ator foi até o confessionário e comunicou à equipe do programa sua decisão de abandonar o jogo. Ele se assumiu bissexual após beijar Gilberto, na festa da noite anterior. Depois disso uma série de participantes começaram a questionar sua atitude e até isolá-lo. Foi o caso da cantora Karol Conká: ela expulsou Lucas da cozinha para almoçar e criticou mau cheiro do ator pelas costas.

O deputado Emidio de Souza (PT) postou, em suas redes sociais, que o ex-participante foi descriminado. “O preconceito e a intolerância contra o Lucas no BBB mostra o quanto ainda temos que lutar pra superar essas chagas. Que seu sonho (e de milhões de brasileiros) de uma vida melhor se transforme em luta por um país menos desigual. Força, Lucas!!!”.

Já o delegado Bruno Lima (PSL) disse que Lucas sofreu crime de injúria ao vivo e foi humilhado de todas as formas. “Foi ‘obrigado’ a almoçar sozinho, excluído de todas as provas, teve sua sexualidade julgada, principalmente por aqueles que aqui fora pregam o oposto. É importante sim nos posicionarmos diante do ocorrido em rede nacional. Ao Lucas, aqui fora a vida segue e tenho certeza que será próspero. Os humilhados serão exaltados”, divulgou.