“É inaceitável que o racismo continue a machucar tantas pessoas”, diz Renata Abreu

 “É inaceitável que o racismo continue a machucar tantas pessoas”, diz Renata Abreu

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A deputada federal e presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, manifestou apoio aos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank pelo ato de racismo que seus filhos sofreram em Portugal. “Todo meu apoio a @gioewbank, @brunogagliasso e filhos que foram vítimas de ato cruel e racista neste final de semana. É inaceitável que o racismo continue a machucar tantas pessoas, principalmente crianças”, publicou Renata em suas redes sociais.

Os atores, que estão passando férias com a família em Portugal, estavam em um restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, no sábado (30), quando uma cliente branca, portuguesa, de 57 anos, xingou Bless e Titi e um casal de turistas angolanos.

Em um vídeo, é possível ver a atriz partindo para cima da mulher que fez as ofensas, chamando-a de “racista nojenta”. Pessoas que estavam no local falaram que a agressora teria dito para “tirar aqueles pretos imundos dali”, em referência às crianças e ao grupo de turistas angolanos.

“Racista nojenta. Eu tenho pena de você, porque você não é amada. Você é uma nojenta. Você merece um soco, uma porrada na sua cara”, disse a atriz indo pra cima da mulher e sendo contida por um rapaz. Enquanto isso, Bruno Gagliasso aparece ao lado da esposa sem interferir. Nervosa, a atriz também teria cuspido e batido no rosto da mulher.

A polícia de Portugal recebeu queixa formal sobre o caso de racismo e vai abrir uma investigação. A mulher branca pode pegar uma pena de seis meses a 5 anos de prisão.

Graciela Zabotto