Enel encontra 615 fraudes em energia elétrica em Osasco

 Enel encontra 615 fraudes em energia elétrica em Osasco

Divulgação

A Enel, concessionária de energia elétrica que atua na região, identificou no primeiro semestre deste ano 34.197 irregularidades, registrando um aumento de 62,3% em relação às 21.061 fraudes encontradas no mesmo período de 2021.

Com a ação, a Enel recuperou 66,34 GWh de energia, o que representa um crescimento de 25,4% frente aos 52,9 GWh de volume de energia recuperado no mesmo período do ano passado. O volume de energia recuperado pela distribuidora no primeiro semestre seria suficiente para abastecer cerca de 336.855 residências por um ano com consumo médio mensal de 150/kWh.

Maior município da área de concessão da concessionária, São Paulo lidera o ranking de inspeções no primeiro semestre, totalizando 192.299 mil, com 26.271 mil irregularidades encontradas.

Em seguida estão as cidades do Grande ABC, como Santo André (8.876 mil inspeções e 953 irregularidades), Mauá (6.703 mil inspeções e 877 irregularidades) e São Bernardo do Campo (13 mil inspeções e 737 irregularidades).

Osasco é a quarta cidade com maior número de irregularidades encontradas. Foram 6.572 mil inspeções e 615 irregularidades; já Embu das Artes vem em seguida, com 4 mil inspeções e 489 irregularidades.

Furto de energia é crime
Outra ação da distribuidora voltada para ações de combate ao furto de energia de clientes das classes comerciais, residenciais e industriais é realizada em parceria com a Polícia Civil. No primeiro semestre de 2022, a empresa realizou 96 operações, que resultaram em 49 pessoas detidas em flagrante.

Das 96 operações realizadas, 73% estão relacionadas a clientes comerciais e 16% residenciais e 11% industriais. Do número total, 27% foram na regional Oeste da área de concessão da companhia, outros 27% na Leste, 23% na Norte e 23% na Sul.

A concessionária alerta que fraudes e furtos são crimes previstos no Código Penal, e a pena pode variar de um a oito anos de detenção.

Da Redação