Estado flexibiliza quarentena e bares e restaurantes atendem até as 23h

 Estado flexibiliza quarentena e bares e restaurantes atendem até as 23h

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (7) a ampliação da capacidade de público presencial e horário de funcionamento de comércios e serviços não essenciais a partir da próxima sexta-feira (9). Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a melhora dos índices de saúde em todas as regiões do estado, os estabelecimentos poderão funcionar até as 23h, com limite de 60% de ocupação, até o dia 31 de julho.

“Com mais vacinas para toda a população e a queda constante dos índices da pandemia, caminhamos passo a passo, de uma maneira gradual e segura, para a volta plena do funcionamento da economia em São Paulo”, declarou o governador.

A partir de sexta, o limite de horário de funcionamento das atividades econômicas passa das 21h para as 23h. A capacidade máxima de ocupação permitida, atualmente em 40%, também sobe para 60%. Ambas as medidas são amparadas por recomendação do Centro de Contingência, com base nos dados de evolução da pandemia.

As normas que entram em vigor na sexta valem para estabelecimentos comerciais em geral, incluindo shoppings centers e galerias, onde o acesso de clientes pode ser feito até às 22h, com encerramento das atividades às 23h. O mesmo expediente deve ser seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Todos devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP.

Permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social. O toque de recolher continua nas 645 cidades do Estado, com horário entre 23h e 5h a partir de sexta. A última atualização do Plano SP previa a manutenção da fase de transição até 15 de julho. Com a nova prorrogação, as normas vão vigorar até 31 de julho.

Da Redação