Estado libera R$ 298,2 milhões para obras e serviços para região

 Estado libera R$ 298,2 milhões para obras e serviços para região

Divulgação

O governador Rodrigo Garcia liberou na segunda-feira, 16, R$ 298,2 milhões para obras e serviços na região metropolitana de São Paulo.

 

Com o recurso, serão realizadas melhorias nos serviços de água e esgoto da região e obras de infraestrutura urbana.

 

Durante o Governo na Área, o governador autorizou o início da segunda fase de obras para implantação do Sistema Gênesis, que compreende a construção de um reservatório de 10 milhões de litros e a execução de 5,2 km de adutora de água tratada em Santana de Parnaíba. O investimento será de R$ 82,9 milhões e a previsão para a conclusão da obra é dezembro de 2024.

 

“São Paulo ainda tem muita coisa para realizar em favor daquelas pessoas que vivem aqui e é para isso que eu governo para, ao lado de vocês, nas nossas decisões, ajudar gente a avançar no nosso estado”, disse Rodrigo Garcia.

 

As ações foram anunciadas durante a iniciativa Governo na Área, em Barueri, que busca intensificar as relações institucionais entre o Governo do Estado, Prefeituras e Câmaras Municipais, além de ampliar a transparência das ações governamentais à população.

 

Ainda sobre serviços de saneamento para os municípios da região que são atendidos pela Sabesp, Rodrigo Garcia também liberou a implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário no Distrito de Terra Preta, em Mairiporã. Com investimento de R$ 138 milhões, as obras garantirão à cidade uma nova Estação de Tratamento de Esgotos (ETE Terra Preta). O objetivo é a universalização do saneamento da cidade.

 

Na área da saúde, o Governo de São Paulo investiu R$ 4,6 milhões na implantação da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer no Hospital Estadual Dr. Albano de Franco da Rocha Sobrinho, em Franco da Rocha. O valor será destinado para a adequação dos espaços e aquisição de equipamentos. Além disso, R$ 16,8 milhões foram repassados para o custeio da unidade durante o ano de 2022.

Infraestrutura urbana

Rodrigo Garcia liberou ainda R$ 31,6 milhões em recursos para obras de infraestrutura urbana na região. Serão beneficiados os municípios de Caieiras, Carapicuíba, Francisco Morato, Franco da Rocha, Itapevi, Jandira, Mairiporã e Osasco.

Para melhorar a infraestrutura viária, o Detran.SP destinou R$ 27,3 milhões à região de Barueri por meio do programa Respeito à Vida. Todos os municípios da região serão contemplados.

Também houve a celebração de convênios com os Municípios Turísticos de Mairiporã e Pirapora do Bom Jesus no valor de R$ 1,2 milhão para obras ou melhorias de infraestrutura turística. Os recursos são do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), vinculado à Secretaria de Turismo e Viagens.

Educação e habitação

Para obras na área da educação nos municípios de Carapicuíba e Francisco Morato, foram liberados R$ 10,6 milhões. O valor será utilizado para cobertura das quadras esportivas de 11 escolas estaduais da região. As obras serão realizadas com recursos financeiros do Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo (Painsp).

O governador Rodrigo Garcia também liberou a realização de licitação para a construção de dois empreendimentos habitacionais, com 796 apartamentos, pelo Programa Nossa Casa-Preço Social, da Secretaria de Estado da Habitação. Os conjuntos habitacionais a serem construídos em Carapicuíba são o Sítio Veloso, com 464 apartamentos, e o Pilar do Sul, com 332 unidades.

A Secretaria de Desenvolvimento Social vai investir R$ 2 milhões para viabilizar três Casas Terapêuticas no município de Osasco. Desta forma, o Programa Recomeço irá ampliar o atendimento mensal para mais de 45 dependentes químicos na Região Metropolitana de São Paulo.

Bolsa Trabalho

A Região Noroeste terá 4,6 mil vagas do Bolsa Trabalho, programa realizado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Governo em parceria com os municípios cadastrados. O Governo de São Paulo pagará bolsa-auxílio de R$ 540 por até cinco meses, além de oferecer curso de capacitação profissional aos participantes. As vagas, que têm prioridade para mulheres, são para atividades profissionais em órgãos públicos municipais e estaduais durante quatro horas diárias por cinco dias na semana.

Da Redação