“Eu jamais aceitaria apoio de Bolsonaro”, diz Ciro Gomes

 “Eu jamais aceitaria apoio de Bolsonaro”, diz Ciro Gomes

Caio Henrique

Em entrevista ao Diário da Região, em Osasco, Ciro Gomes, pré-candidato a presidente pelo PDT, não poupou palavras duras aos seus principais adversários nas eleições deste ano.

Caso chegue a um 2° turno contra Lula (PT), Ciro disse que “jamais” aceitaria apoio de Bolsonaro.

“E ele também jamais me apoiaria. Eu represento o oposto dos valores de Bolsonaro. Eu acredito que temos que ser solidários aos mais fracos, o Bolsonaro fez apologia à morte na pandemia onde no Brasil morreram 4 vezes mais que a média do mundo”, completou.

Já quanto ao petista, Ciro foi direto. “Lula tem medo que eu chegue à presidência e coloque a memória do governo dele lá longe”.

O ex-governador de São Paulo, João Doria, pré-candidato pelo PSDB, também entrou na mira.

Ciro afirmou que sua diferença com Doria é insuportável do ponto de vista ideológico. “Um exemplo, a política de preço da Petrobras. Eu sou contra e vou mudar. O Doria é a favor”.

Sobrou até para o pré-candidato a vice presidente, Geraldo Alckmin “Eu não sou de conchavos. Lula e Alckmin se chamaram de ladrão por 25 anos e, agora, estão aí juntos. Isso está desmoralizando a política do ponto de vista do povo”, finalizou.

Graciela Zabotto