Expulso de A Fazenda, Nego do Borel afoga as mágoas no bar e é consolado por amigos

 Expulso de A Fazenda, Nego do Borel afoga as mágoas no bar e é consolado por amigos

Divulgação

Nego do Borel foi visto desolado em um bar com os amigos no último domingo (26). O cantor foi expulso de “A Fazenda”, reality show da Record TV, no último sábado (25), acusado de ter abusado sexualmente da participante Dayane Mello, com quem trocou carícias embaixo do edredom enquanto ela estava alcoolizada.

Depois de se pronunciar sobre o ocorrido e publicar um desabafo em vídeo nas redes sociais, em que chegava, inclusive, a cogitar o suicídio, Nego se encontrou com amigos em um bar no Leblon, na zona Sul do Ri de Janeiro e, cabisbaixo, foi consolado pelos colegas, que o abraçaram.

Antes de parar no local, o artista, expulso de “A Fazenda 13” após ser acusado de abusar sexualmente de Dayane Mello, com quem dividiu a mesma cama depois de uma festa do reality show, circulou por um shopping de luxo e acenou para as lentes do fotógrafo ao perceber que estava sendo clicado.

Em seu desabafo na web,  intimado pela Polícia Civil de SP a prestar esclarecimentos sobre o caso, o artista garantiu que não houve abuso sexual: “Vocês podem ver na filmagem que quando ela fala pra mim ‘não’, eu vou dormir. A gente não faz mais nada, a gente não transa, simplesmente eu vou dormir”. E disparou: “Mano, eu vou acabar tirando a minha vida. Eu não tô blefando, eu to falando do fundo do meu coração”.

PRONUNCIAMENTO

Inconformado com a sua expulsão de A Fazenda 13 por suspeita de abuso contra Dayane Mello, Nego do Borel publicou um vídeo com a sua versão dos fatos. O material foi postado em seu feed com a legenda “Mais uma vez injustiçado, Mais uma vez eu não tenho voz!”, e o funkeiro fala das várias acusações enfrentadas por ele, entre elas porte de arma, violência contra mulheres, porte de dinheiro ilícito, entre outras. Ele atribui os ataques ao racismo e perseguição.

“Mais uma vez injustiçado e mais uma vez não tenho voz. Vim aqui esclarecer algumas coisas que estão acontecendo. Vou começar com o que estava acontecendo aqui fora antes do reality. Durante esses meses, venho sendo acusado de várias coisas. Assim como de eu ter fuzil dentro da minha casa e a polícia achou o de paintball. Fui acusado de passar doença, HPV, fiz todos os exames, constrangimento, nunca tive nenhuma doença e não tenho. Fui acusado de ter dois milhões na minha casa, polícia veio aqui e pediu 420 mil em dinheiro. A polícia liberou porque a gente provou que o dinheiro é lícito. Fui acusado de ser racista. Eu? venho da favela, sou preto, meus amigos pretos, minha família preta… Não tenho nem argumentos para isso. Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário junto com a polícia, não têm tido valor. As pessoas ainda estão me julgando. A minha voz não vale de nada. Hoje vejo o racismo escancarado”.

ELE SE DIZ PERSEGUIDO POR DUDA REIS

“Entrei para o reality e tem uma pessoinha que não sei por que não segue a vida dela, levanta pautas falando do meu nome… Sendo que sempre quando eu toco nessas questões que nós vivemos lá atrás, eu toco para me justificar e me explicar. Eu não fico atacando, falando que pessoa é isso ou aquilo. Está na mão da polícia e da Justiça. Não sei o que acontece que a pessoa fica tocando no meu nome o tempo inteiro”.

“Até agora não entendi por que estou aqui na minha casa. Conheci a Day, pessoa maravilhosa, gentil, simpática, a gente acabou se envolvendo e gostando um do outro e aconteceu o que aconteceu. Até agora não consegui entender se foi pelo fato da Dayane ter dormido comigo no estado que ela estava. Primeiramente, quero pedir perdão para a minha mãe, avó e minhas tias, que são mulheres. Eu não vi maldade. Vocês podem ver que quando ela fala ‘não’, eu vou dormir e não faço mais nada. A gente não transa. Eu não forço nada, simplesmente fui dormir. Não fiz nada. Amei dormir com ela.”

 “VOU ACABAR TIRANDO A MINHA VIDA”

Estou fora, mas estou triste. Não sei mais o que eu falo. Minha palavra não tem importância. Dormi ao lado de uma pessoa alcoolizada. Eu estava querendo ficar com ela e ela querendo ficar comigo. Isso não era dali, já tinha uma história. Depois disso tudo, da noite que dormimos juntos, na piscina, ela fala que quer dormir comigo de novo, a gente fica junto, abraçado. Não estou entendendo. Vou acabar tirando a minha vida, não estou blefando. Amigos se afastaram, mulheres não chegam perto de mim…”.

“Não sou um santo. Tenho os meus problemas e estou me cuidando. Sou um cara explosivo, intensivo, impaciente… Estou cuidando disso. Tenho que ter algum defeito, não tem como ser perfeito. Estou lutando para provar a minha inocência. Se eu fosse bandido, era para eu estar preso. Vamos acreditar na polícia. Não sei mais o que fazer. Não sei mais o que eu faço da minha vida. Covardia o que estão fazendo comigo. Vocês vão acabar tirando a minha vida. Estou depressivo, mal e muito quebrado. Não sou um monstro, não sou um estuprador.”

“Mano, eu vou acabar tirando a minha vida. Eu não tô blefando. Eu tô sendo tachado como bandido. Pô, eu nunca roubei. Tem tanta gente fazendo tanta maldade por aí. Tô querendo saber o que eu fiz pra merecer tanto ódio. Por que isso, mano?”

“Se eu fosse um bandido, [por] tudo o que eu fui acusado, era pra eu estar preso. E eu tô aqui dentro de casa, sofrendo um pré-julgamento da galera da internet, do Brasil. Vamos esperar a polícia apurar tudo. Saí de um reality que eu fiz amizade. Eu estava feliz. Mais uma coisa que eu perdi. Eu não sei mais o que eu faço da minha vida. Esse é o racismo na cara da sociedade. É porque eu sou preto? Por que sou funkeiro? Porque…”.

No Story Nego puplicou ainda um vídeo ao lado de sua mãe, Roseli, mostrando que a vida segue após tantos conflitos. Ele escreveu ainda “feliz” de estar em casa. A mãe do funkeiro também fez questão de garantir que “não teve abuso” e afirmou que a emissora tirou o cantor do reality porque foi “ameaçada de perder patrocinadores”.

UMA TRAJETÓRIA CONTURBADA EM A FAZENDA

A passagem de Nego do Borel não foi nada tranquila, mas a situação do cantor ficou caótica após a festa de sexta-feira, 24 de setembro. Após passarem boa parte do tempo juntos e tomando todas, a modelo se deitou ao lado do cantor e começaram a trocar caricias. Alguns participantes do reality tentaram separam o casal alegando que a situação poderia render problemas para Nego, mas nenhum dos dois aceitou os conselhos dos companheiros. As imagens captadas pelo pay per view foram parar nas redes sociais e mostraram Dayane pedindo para que Nego do Borel parasse com as investidas.

Após um dia de tumulto, investigações e até Polícia Civis na sede da Fazenda, Nego do Borel foi expulso na noite do sábado, dia 25. (ofuxico.com.br)

Da Redação