• 27/10/2020

Filho quase mata mãe porque ela não quis comprar arma

 Filho quase mata mãe porque ela não quis comprar arma

Uma briga familiar quase terminou com morte, anteontem, no Jaguaribe, em Osasco. O filho agrediu a mãe com socos e pontapés a ponto de quase desfigurar sua face. A idosa de 67 anos também teve braços e pernas machucados, além da pressão e diabetes alteradas em decorrência no nervosismo, segundo o cabo PM Martins, que atendeu a ocorrência com a soldado PM Ueta.

Policiais Militares do 14° BPM/M faziam patrulha de rotina, na região, quando foram acionados para atender uma ocorrência de tentativa de homicídio. Uma vizinha ligou para a polícia e avisou que o filho tentava matar a própria mãe dentro de casa.

Quando chegaram ao local os policiais notaram que o homem, de 40 anos, estava com duas facas na mão e ameaçava sua mãe, de 67 anos. Os PMs chamaram a equipe especializada em negociação. Ela entrou na casa, conversou com o agressor e após muito diálogo conseguiu convencê-lo a soltar as facas.

Ele foi algemado e encaminhado ao 8°DP. A vítima foi levada em estado grave para o PS do Jardim D’Abril. Na delegacia, o filho explicou que “pediu uma arma para mãe e ela não quis comprar”, contou o cabo Martins. Ainda segundo o PM, o homem já tinha agredido a mãe, na semana passada, mas foi liberado pelo juiz em audiência de custódia. (com informações Maranhão)