Fogo em cadeia de Barueri queima 90% do corpo de menor acusado de estupro

 Fogo em cadeia de Barueri queima 90% do corpo de menor acusado de estupro

Duas menores que estavam presas na Delegacia Central de Barueri são suspeitas de iniciarem um incêndio na unidade nesta sexta-feira, 25, no Vila Silveira.

Segundo informações ainda não oficiais, a vítima do atentado seria um adolescente que estava preso desde a semana passada sob acusação de ter estuprado uma criança em Itapevi.

Ele teve mais de 90% do corpo queimado, foi resgatado pelo helicóptero Águia da PM e transferido para um hospital na Capital que é referência em queimaduras.

Ao Diário a polícia informou que uma das presas é traficante e outra é acusada de furto. Elas seriam liberadas hoje, mas após o incêndio serão transferidas ainda nesta sexta-feira para um presídio de segurança máxima.

Durante o incêndio alguns menores tiveram ferimentos leves e foram removidos para atendimento médico.

Graciela Zabotto / Maranhão