• 24/09/2021

Glória Menezes chora de saudades de Tarcísio Meira

 Glória Menezes chora de saudades de Tarcísio Meira

Foto: Divulgação

Conforme OFuxico destacou, Glória Menezes deixou a fazenda onde vivia no interior de São Paulo, com o falecido marido, Tarcísio Meira. Ela seguirá, por tempo indeterminado, no apartamento que a família mantém no Rio de Janeiro. Mas por um motivo especial: sair do ambiente de São Paulo, onde a imagem de Tarcísio Meira é presente demais.

De acordo com Tadeu Lima, assistente pessoal da atriz, no último domingo, 12 de setembro, a artista se reuniu com a família para prestar um tributo ao marido na data em que marcou os 30 dias de seu falecimento.

A atriz tem caminhado na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, dá voltas pelo condomínio onde reside e eventualmente vai ao salão de beleza. Voltar a trabalhar, até o momento, parece não fazer parte dos planos de Glória.

“Às vezes ela chora, às vezes toca no nome dele, lembrando coisas, dizendo que ‘a esta hora ele estaria ali sentado fazendo isso e aquilo’. Tudo está muito vivo na memória. Glória chora e lembra das coisas que Tarcísio fazia o tempo todo. Ainda está muito triste, pois era muito ligada no Tarcísio”, disse Tadeu.

O ator Tarcísio Meira de 85 anos, morreu no último dia 12 de agosto, após 6 dias internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde tratava da Covid-19. Na ocasião, Glória Menezes, de 86 anos, seguia internada no mesmo hospital se recuperando da mesma doença. Eles já haviam tomado as duas doses da vacina. Vale destacar que nenhuma vacina é 100% eficaz: elas não zeram a chance de casos graves ou até morte pela covid-19 e algumas pessoas ainda estão suscetíveis aos sintomas mais agressivos, mesmo após a imunização completa.

Glória Menezes recebeu alta no último dia 16 de agosto. A veterana atriz saiu da unidade em um carro e estava acompanhada do filho Tarcísio Filho. Muito querida, Glória chegou a acenar para os fotógrafos, que estavam na frente do hospital. Inicialmente ela ficou em seu apartamento na capital paulista.

TARCÍSICO NÃO FALAVA EM APOSENTADORIA
A morte de Tarcísio Meira deixou todo o Brasil chocado e de luto, principalmente seus colegas de profissão, que enxergavam nele uma grande inspiração para atuar.

Com 85 anos de idade, o astro já possuía mais de 60 anos de carreira, e na época que estava em cartaz com a peça “O Camareiro”, antes da pandemia do coronavírus, afirmou à revista Quem que não pensava em se aposentar.

“Se é uma coisa que o ator não pensa é em se aposentar e parar de atuar. Claro que ninguém quer morrer no palco. Esses dias vi um sertanejo que morreu no palco. Achei tão triste, espero que não aconteça comigo e nenhum de nós. Mas não penso em me aposentar, parar”, disse ele na época.

“Sendo realista, depois desta peça, não vou fazer outra. Estou indo para os 85 anos, estou velhinho. Não acredito que surja um outro personagem que eu possa fazer”, ponderou em seguida.

“Não tem nada de melhor na velhice, tudo é pior. Envelhecer é uma coisa muito chata. Tem limitações física e intelectuais cada vez maiores. A memória não é mais a mesma. A morte está aí. Qualquer hora ela chega. Que chegue bem. Não penso muito nisso”.

“Me preocupo em ficar bem, cuidar da minha saúde, não saio por aí fazendo loucuras. Faço as minhas consultas, vejo as coisas que estão erradas comigo e procuro corrigi-las, faço academia, minha ginastiquinha… Não faço tanto quanto deveria, mas faço”, concluiu Tarcísio Meira na entrevista.

ISOLAMENTO
Em entrevista ao “Fantástico”, Tarcisinho revelou que, desde que começou a pandemia do coronavírus, os pais ficaram isolados na fazenda da família em Porto Feliz, no interior de São Paulo, devido aos problemas de saúde que Tarcísio já tinha.

“O pai já tinha algumas comorbidades bastante sérias. Ele tinha problemas renais, ele tinha problemas pulmonares e eu sempre estava chamando a atenção dele sobre isso. Mesmo com a vacina ele deveria ter extremo cuidados”, revelou e disse como estava o estado de saúde de Glória: “Minha mãe está bem, graças a Deus por causa da vacina.”

O ator também não sabe explicar como os pais podem ter contraído a doença: “Desde que saíram daqui, por causa da pandemia, eles não saíram mais. Saíam em momento especiais, como ir ao dentista, ir ao médico que é necessário porque são pessoas de idade. Foi uma surpresa, por que a guarda baixa foi onde? Ninguém sabe. A gente jamais vai saber.”

ÚLTIMA HOMENAGEM
Mesmo não podendo participar do velório e da cerimônia de cremação, Tarcísio Filho disse que Glória conseguiu se despedir do marido, ainda no hospital.

“Ela se despediu do pai. Ela viu o pai, eu levei ela pra ver. Faz parte do ritual, tem que ser vivido. É importante para você ver e se despedir. Você tem que dizer adeus”, e revelou um pedido de Tarcísio sobre como queria que fosse sua última homenagem, depois que morresse.

“Ele pediu: ‘Meu filho, quando eu morrer eu quero que você pegue minhas cinzas e jogue nas fazendas. Então vou fazer isso. Este ritual de passagem vou fazer com a mãe. Faço uma missa quando ela sair do hospital com os irmãos e a família. Vou sentir saudades, quem não sentiria?”, revelou.

E para finalizar, Tarcísio Filho resumiu a vida artística do pai e sua admiração por parte de muitos brasileiros nestes tantos anos de uma grande carreira.

“Meu pai contou grandes histórias do povo brasileiro. E a história final do pai fez o Brasil inteiro chorar”. (ofuxico.com.br)