Haddad lidera pesquisa ao governo e Renata aparece em 5º lugar

 Haddad lidera pesquisa ao governo e Renata aparece em 5º lugar

Foto: Mari Magdesian

De acordo com pesquisa Govnet/Opinião Pesquisa, encomendada pelo Grupo Gazeta de S. Paulo e divulgada nesta quinta-feira, 28, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) lidera a intenção de votos para o governo do estado de São Paulo.

No primeiro cenário, apresentado com nove nomes de pré-candidatos, Haddad está com 26,04% da preferência eleitoral. Em seguida aparecem Márcio França (PSB), com 13,20%; Tarcísio de Freitas (Republicanos), 9,66% e Rodrigo Garcia (PSDB), 3,06%.

Renata Abreu, deputada federal e presidente nacional do Podemos, aparece em 5º lugar com 2,32%. Na semana passada, ao Diário da Região, ela não confirmou que irá disputar as eleições para o Palácio dos Bandeirantes e que, até o momento “é pré-candidata à reeleição”, mas também não descartou a possibilidade do partido indicar o vice para chapa majoritária de Rodrigo Garcia. “Por que não? A gente sempre pleiteou estar na chapa majoritária, então vamos discutir junto com o conselho político criado pra isso”.

A lista de intenções de voto segue com Felício Ramuth (PSD), com 1,59%, Vinicius Poit (Novo), 1,10%. O ex-prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PDT), aparece com 0,86% das intenções de voto, seguido por Abraham Weintraub (0,49%). Já 41,69% dizem que estão indecisos.

Segundo cenário

Em um cenário sem Márcio França, Haddad seguiria na ponta com 35,45% da preferência. Na sequência viria Tarcísio de Freitas (10,39%), Rodrigo Garcia (3,67%), Renata Abreu (2,44%), Felício Ramuth (1,71%), Vinicius Poit (1,71%), Abraham Weintraub (0,98%) e Elvis Cezar (0,98%). Os indecisos somam 42,67%.

A pesquisa Govnet/Opinião Pesquisa foi realizada através de entrevistas pessoais domiciliares e abordagem telefônica com 800 eleitores. O período de realização da coleta de dados foi entre 20 e 25 de abril de 2022. A margem de erro para o total da amostra é de 3,5%, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. (fonte: gazetasp.com.br)

Graciela Zabotto