• 05/12/2021

Emidio acusa governo Doria de “crueldade”

 Emidio acusa governo Doria de “crueldade”

Foto: Alesp

Presidente da Comissão de Direito Humanos da Alesp, o deputado estadual Emidio de Souza enviou ofício ao governo do estado cobrando esclarecimentos sobre o fechamento de 30 unidades do Bom Prato aos finais de semana. No documento, o parlamentar também pediu para o governador rever a medida.

Nesta sexta-feira (06), foi anunciado que o estado decidiu interromper, a partir de sábado (7), o funcionamento de 30 unidades do Bom Prato aos fins de semana. O governo alega que a medida foi tomada porque estaria sobrando comida nas unidades.

O presidente da Comissão de Direito Humanos da Alesp considerou a medida do governo uma “crueldade”. Emidio ainda declarou que a atitude do governo é descabida no momento de crise vivida no país. “É um ato de crueldade do Doria fechar unidades do Bom Prato aos fins de semana durante a crise humanitária que o país passa. Estou cobrando esclarecimentos do governador e pedindo para que essa medida seja revista”, anunciou o deputado.

Essa não é a primeira vez que o governo estadual tenta diminuir os atendimentos do Bom Prato. Em dezembro, o estado alegou queda na demanda para cortar o jantar de unidades do Bom Prato. Na ocasião, Emidio juntamente com o vereador Eduardo Suplicy, intercedeu junto ao governador pedindo a retomada da refeição, pelo menos enquanto durar a pandemia, e o Estado recuou.