• 24/09/2021

Igor Soares é o novo presidente estadual do Podemos

 Igor Soares é o novo presidente estadual do Podemos

(Divulgação)

Igor Soares, prefeito de Itapevi, é o novo presidente do Podemos no estado de São Paulo. A posse aconteceu na noite dessa segunda-feira (24) com a presença da deputada federal Renata Abreu, presidente nacional do partido.

Em suas redes sociais o prefeito agradeceu pela confiança. “Agradeço de coração a deputada federal Renata Abreu pela confiança, aos deputados federais e estaduais, aos nossos 21 prefeitos e mais de 300 vereadores. Com muito trabalho vou retribuir ao partido que me elegeu deputado estadual e prefeito por duas vezes”.

“Obrigada, meu amigo, por assumir mais este desafio. Confiamos muito no seu trabalho. Reeleito em Itapevi com a maior aprovação do Brasil, tenho certeza de que, com a sua experiência e condução, o nosso partido crescerá ainda mais no Estado”, disse Renata.

Igor afirmou que vai dividir com os demais filiados sua experiência à frente da prefeitura. “Vamos mostrar aos demais prefeitos e vereadores do estado como fizemos Itapevi avançar tanto em tão pouco tempo e quais são os passos para que possam proporcionar estes avanços nas suas respectivas cidades. Juntos ‘Podemos’ garantir qualidade de vida, respeito, dignidade para muito mais gente”, completou.

Nas eleições do ano passado, Igor foi reeleito como o prefeito mais bem votado no Brasil. Ele recebeu 98% dos votos válidos. Foram 105.494 votos, contra 1.086 para Carlos Nascimento (PDT) e 1.068 para Professor Silvio Marcio (PSOL), seus únicos adversários. A abstenção na cidade foi de 23,38%, abaixo da média estadual, de 27,30%, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral.

No ano passado Igor Soares mostrou o seu lado como articulador político conseguindo um fato inédito na história política de Itapevi. A coligação de apoio à sua reeleição reuniu do PT ao PSL. Talvez seja a única cidade no País que tenha conseguido unir esquerda e direita em torno de uma única candidatura.

A lista dos partidos que estavam com Igor incluiu o PSDB, que hoje tem em suas fileiras a ex-prefeita Ruth Banholzer (PSDB), médica querida na cidade e adversária de Igor na eleição de 2016. O PSB de Márcio França também ficou com Igor e dentre seus integrantes está João Caramez, também ex-prefeito e com histórico forte em disputas com chapa majoritária. Nem mesmo o PT, do ex-vereador Fláudio, quis se lançar candidato e apoiou a reeleição do candidato do Podemos. Quem também estava com Igor era o PSL, representante forte do eleitorado de direita e antiga legenda do presidente Jair Bolsonaro, hoje sem partido.