Internação de Virgínia Fonseca foi causada por cefaleia do tipo mais grave. Entenda!

 Internação de Virgínia Fonseca foi causada por cefaleia do tipo mais grave. Entenda!

Divulgação

Virgínia Fonseca está internada desde o fim de semana após sentir fortes dores de cabeça. O Hospital Vila Nova, em São Paulo, divulgou o que causou o atual quadro clínico da influencer. Saiba mais.
Internada desde o último domingo (15) com fortes dores de cabeça, os médicos que tratam do caso de Virgínia Fonseca revelaram o que levou ao quadro atual. Em nota, o hospital afirma que a influencer, que entra no 4º mês de gestação, sofre de uma cefaleia refratária à analgesia convencional.

+ Visita de Maria Alice, filha de Virgínia Fonseca, à mãe em hospital rende polêmica na web

“A paciente está no quarto, estável e consciente, recebendo medicações venosas para controle da dor. A avaliação obstétrica diária demonstra que a gestação transcorre normalmente, sem intercorrências, e o feto encontra-se com boa vitalidade”, destacou o Hospital Vila Nova, de São Paulo.

CEFALEIA REFRATÁRIA: ENTENDA PROBLEMA DE VIRGÍNIA FONSECA
A cefaleia refratária à analgesia convencional é uma enxaqueca, onde as dores de cabeça não cessam com os tratamentos e medicações tradicionais ou quando tais métodos vão perdendo a eficácia ao longo do tempo.

Segundo artigo publicado na Ordem dos Médicos, nestes casos, restam como alternativas as terapêuticas mais recentes ou emergentes. Ainda de acordo com o estudo, esta forma de cefaleia é a mais grave e impacta diretamente na qualidade de vida.

A expectativa é que Virgínia permaneça mais algum tempo em observação para que, finalmente, encontre-se o tratamento mais adequado para aliviar e/ou prevenir as fortes dores. Este processo pode levar mais tempo devido à gestação, o que a impede de tomar diversos tipos de medicamentos. ( purepeople.com.br)

Da Redação