Itapevi vai tornar Bom Prato gratuito durante pandemia

 Itapevi vai tornar Bom Prato gratuito durante pandemia

foto: Eliane Tafu

A Câmara Municipal de Itapevi deve receber, ainda esta semana, um Projeto de Lei encaminhado pelo poder Executivo que prevê a gratuidade das refeições servidas no restaurante Bom Prato durante a pandemia.

“Itapevi será a primeira cidade no estado de São Paulo que vai servir 30 mil refeições por mês gratuitamente. A situação está muito difícil e algumas pessoas não têm nem R$ 1 para poder se alimentar”, ressaltou o prefeito Igor Soares durante live realizada na noite de domingo (28). A gratuidade será válida para o café da manhã, almoço e jantar.

O PL será avaliado pelas comissões da Casa para ser pautado para votação em plenário. Caso seja aprovado haverá sanção do projeto e publicação no Diário Oficial do município. Somente após esse trâmite as refeições poderão passar a ser gratuitas.

O restaurante popular em Itapevi completou um ano de funcionamento no dia 5 deste mês. Inaugurado para funcionar de segunda a sexta-feira, após a pandemia, passou a funcionar também aos sábados e domingos e a servir jantar além do café da manhã e almoço.

Neste período, a unidade que fica próxima a rotatória da Cohab já serviu cerca de 53 mil cafés da manhã, 345 mil almoços e 73 mil jantares. No total, já foram servidas 471 mil refeições.

O restaurante tem capacidade para servir diariamente 300 cafés da manhã pelo custo de R$ 0,50, sempre a partir das 7h. Após às 10h30, são servidas até 1,2 mil refeições, a R$ 1,00 cada. O jantar é servido, após às 17h30, pelo mesmo valor, para até 300 pessoas.

Com 1.200 calorias, a refeição principal, em geral, é composta por arroz, feijão, salada, legumes, um tipo de carne, farinha de mandioca, pãozinho, suco e sobremesa. No café da manhã, com média de 400 calorias, são oferecidos leite com café, achocolatado ou iogurte, pão com margarina, requeijão ou frios e uma fruta da estação.

Graciela Zabotto