Justiça autoriza demolição de áreas já desocupadas na Vila Municipal

 Justiça autoriza demolição de áreas já desocupadas na Vila Municipal

Divulgação

Os moradores da Vila Municipal, em Carapicuíba, têm até o próximo dia 12 para deixarem suas casas. A Justiça determinou que a reintegração de posse acontecerá no dia 13 deste mês. A informação foi confirmada pela prefeitura. Cerca de 400 famílias vivem no local. Justiça também autorizou a demolição das áreas já desocupadas.

“De acordo com a determinação judicial, as famílias têm até o dia 12/4/2022 para saírem voluntariamente e aderirem aos atendimentos habitacionais. É importante ressaltar que essas unidades habitacionais da CDHU serão construídas próximas ao Fórum, em área doada pela prefeitura de Carapicuíba, e o processo de licitação já está em andamento. O poder judiciário local autorizou continuar as demolições das áreas já desocupadas”, divulgou a administração municipal em nota.

Ainda conforme a prefeitura, “dezenas de famílias já deixaram o local e estão recebendo a segunda parcela da ajuda de custo do governo do estado”. “Além disso, terão direito à destinação habitacional da CDHU, conforme consta no processo”, completou a nota afirmando, ainda, que desde janeiro a prefeitura está orientando as famílias e atendendo as demandas, por meio de plantões de assistentes sociais. Além de estar atuando em parceria com o serviço social da CDHU, formalizando a adesão dos beneficiários aos programas oferecidos.

Além de serem contra a saída do local onde vivem – muitos há mais de 40 anos – os moradores estão enfrentando dificuldades para alugar imóveis que aceitem seus pets.

Para esse problema, moradores de Carapicuíba estão pedindo ajuda para que os animais não fiquem na rua. “Se ficarem ali eles serão mortos por tratores que derrubarão as casas na reintegração”, disse uma protetora da causa animal.

Quem tiver interesse em acolher um dos animais pode entrar em contato com Fátima Guersoni ou dona Leia pelos telefones (11) 94737-0208 ou (11) 94931-7576.

Entenda

A reintegração de posse marcada estava marcada para acontecer dia 31 de março. No dia 30, moradores pararam a avenida em frente à Vila Municipal para protestar contra a reintegração.

No espaço o governo do estado vai construir uma ponte para garantir fluidez ao trânsito na região próxima ao Centro.

As famílias vão receber R$ 400 de auxílio para alugar um imóvel até que sejam contempladas com apartamentos da CDHU. Unidades serão construídas em um terreno próximo ao Fórum de Carapicuíba.

Da Redação