• 05/12/2021

Líder ao lado de Minas, vôlei Osasco encara time “lanterna”

 Líder ao lado de Minas, vôlei Osasco encara time “lanterna”

(Foto Caio Henrique)

Embalado após derrubar o último invicto da Superliga 20/21 (vitória sobre o Praia Clube por 3 sets a 2, em Uberlândia), o Osasco São Cristóvão Saúde volta a jogar fora de casa neste sábado (19). A equipe comandada pelo técnico Luizomar se desloca até o Grande ABC paulista para enfrentar o São Caetano em partida válida pela décima e penúltima rodada do primeiro turno. O jogo começa às 19h e terá transmissão do Sportv 2. O jogo coloca frente à frente um time que luta pela liderança contra o lanterna na Superliga. Vice-líder e empatado em número de pontos com o Minas (24), o time de Osasco tem oito vitórias em nove rodadas. São Caetano, por outro lado ainda não somou nenhum ponto ou resultado positivo até agora.

“Sabemos da luta do São Caetano, que conta com um elenco jovem, e vamos encarar a partida com muita seriedade, buscando jogar o nosso melhor, como sempre. Essa é a melhor forma de mostrar respeito ao oponente”, afirma Luizomar. O treinador reconhece a boa campanha osasquense, lembrando queisso é fruto do trabalho iniciado no estadual. “Temos mostrado, desde a conquista do título paulista, que esse grupo entendeu nossa proposta tática e tem sido muito disciplinado nesse quesito. Dentro de quadra, tem mostrado que joga e vence como um time, apresentando muito volume e dedicação na execução de todos os fundamentos técnicos, do saque ao ataque, da recepção ao sistema defensivo”, explica Luizomar. A eficiência na relação bloqueio defesa tem sido um dos pontos fortes do time de Osasco. Prova disso é que a central Mayany lidera as estatísticas nesse fundamento. Ela está em primeiro lugar em pontos marcados (43) e acertos por set (média de 1,3). Tandara – que não jogou contra o Praia e está em quarentena por conta da Covid-19 – aparece como segunda maior pontuadora da temporada, com 122 acertos. Já Camila Brait é vice-líder na recepção. A líbero osasquense tem 78% de aproveitamento no passe.