Lins vai criar linha de crédito para startups

 Lins vai criar linha de crédito para startups

O prefeito reeleito Rogério Lins disse, em entrevista ao jornal Giro S/A, que pretende criar, em 2021, linhas de crédito para pessoas que queiram estabelecer em Osasco negócios na área de tecnologia. Ele também acredita que, na região, a cidade deva ser uma das primeiras a se recuperar do impacto financeiro causado pela pandemia do novo coronavírus.  “Tem muita coisa boa por aí, seremos um case de sucesso de recuperação econômica da região Metropolitana”.

Lins disse também que toda semana a prefeitura recebe protocolos de intenção de empresas que desejam fixar unidade em Osasco. Segundo ele, a redução de ISS (Imposto Sobre Serviços) para 2% no setor de tecnologia, se equiparando com Barueri e Santana de Parnaíba, tem atraído o empresariado, sobretudo da área de tecnologia. “Eu cancelo qualquer agenda para atender qualquer empresa que queira fixar negócio em Osasco. Isso faz a empresa se sentir acolhida. O que a gente pede é que as oportunidades de trabalho sejam oferecidas primeiro para os moradores da cidade”, explicou.

Durante a campanha, o prefeito afirmou que pretende gerar mais de 10 mil novas vagas de emprego até o final do ano. Estão se instalando no município a Havan, o MercadoCar e a Rappi. A chegada da startup colombiana Rappi foi anunciada recentemente. A Havan foi anunciada em agosto e a megaloja deve ficar pronta até dezembro. Unidade será construída rua Werner Battenfelder, s/n, em Presidente Altino, atrás do campo da Ford, em um terreno que mede cerca de 20 mil m2 e tem fácil acesso tanto para quem vem do interior do estado como da capital paulista. O local ainda terá espaço de conveniência e estacionamento com capacidade para 650 vagas. Na lista constam ainda iFood, Mercado Livre e B2W – empresa de comércio eletrônico que reúne Submarino, Shoptime e Americanas.com. Todas elas já instaladas em Osasco.

Da Redação