Lúcia diz que cirurgias suspensas na pandemia não foram retomadas pelo AME 

 Lúcia diz que cirurgias suspensas na pandemia não foram retomadas pelo AME 

Foto: Câmara de Osasco

Os vereadores de Osasco aprovaram em sessão ordinária dessa terça-feira, 22, na Câmara Municipal, uma Moção de Repúdio nº 43/2022 contra os Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME) por não terem retomado as cirurgias que estão paradas desde o início da pandemia de Covid-19.

Os AME são administrados pelo governo do estado e oferecem consultas em diversas especialidades, exames e cirurgias no mesmo local. Na tribuna, a vereadora Lúcia da Saúde (Podemos), autora da Moção, disparou contra o governo estadual.

“Nossas cirurgias estão paradas desde a pandemia. Os nossos pacientes com câncer estão esperando há mais de 90 dias. O estado está de brincadeira. São filas e filas de pessoas. A pessoa precisa operar o quadril e está há dois anos esperando no AME de Carapicuíba, daí lá eles dizem que não vão fazer porque é competência de Osasco”, completou a vereadora.

Na região, apenas Carapicuíba e Itapevi contam com unidades do AME para atender seus moradores e também os das cidades vizinhas.

Graciela Zabotto