Mais dois são presos no caso do cemitério do PCC

Investigadores do 1° DP de Carapicuíba, sob o comando do delegado titular Marcelo José do Prado, prenderam mais dois suspeitos de comandarem o “tribunal do crime” em cemitério do PCC na dívida de Osasco com Cotia.

Coveiro e seu comparsa foram detidos nesta quarta-feira, 23. Neste momento, os dois estão sendo interrogados e devem seguir para presídios de segurança máxima ainda hoje.

Com eles foram apreendidas armas de grosso calibre e munições de uso restrito das autoridades de segurança.

Com essas duas prisões, o caso já soma cinco homens detidos. Todos suspeitos de serem coordenadores do esquema que mandava “matar e enterrar” quem não cumprisse as regras do crime.

No cemitério clandestino foram encontrados, até agora, cinco corpos. O único identificado foi de uma escrivã de polícia que morava em Jandira e foi assassinada com facadas nas costas. Os outros quatro corpos continuam no IML (Instituto Médico Legal) de Osasco em processo de reconhecimento.

Maranhão Gomes