Menino de 4 anos espancado até a morte era sorridente e corintiano roxo

 Menino de 4 anos espancado até a morte era sorridente e corintiano roxo

Em entrevista ao Cotia e Cia, Brenda Karoliny de Campos, de 22 anos, mãe de Guillermo, de 4 anos, espancado até a morte, disse que deixava o filho com o casal de amigos, durante a semana.

Brenda trabalha na rua 25 de Março, em São Paulo, e ficava com o filho aos sábados e domingos.

Ela foi informada da morte de Guillermo pelo hospital. O casal suspeito de ter agredido o garoto foi preso em flagrante.

Guillermo era um menino sorridente e adorava vestir camisa do Corinthians.

Ele morreu, nesta terça-feira, 8, no Hospital Regional de Cotia.

O casal, Ingrid Bernardes de Souza, 19, e Víctor Hugo dos Santos, 22, são apontados como responsáveis e devem responder por homicídio.

O caso ocorreu no Parque Turiguara, em Cotia. Mãe de Guillermo disse que conhecia Ingrid há 4 anos e já havia deixado a criança com a amiga outras vezes. Brenda nega uso de drogas.

Da Redação