Morre Paulo Vaz, referência da comunidade LGBTQIA+

 Morre Paulo Vaz, referência da comunidade LGBTQIA+

Divulgação

Morreu na noite desta segunda-feira, 14 de março, o influenciador Paulo Vaz. Referência da comunidade LGBTQIA+, o policial civil era uma das figuras mais engajadas na causa em todo o Brasil. Infelizmente, ele não resistiu aos ataques transfóbicos que recebeu recentemente nas redes sociais.

A ANTRA – Associação Nacional de Travestis e Transexuais, publicou um texto no Facebook confirmando a morte do policial civil e influenciador das redes sociais. O texto ainda se solidariza com a família de Popo, como Paulo era conhecido. Entre eles, o marido, Pedro HMC.

Paulo era querido e amado por todas a sua volta. Ativista engajado e dedicado a luta trans, sempre fez questão de construir pontes, atuar no enfrentamento da transfobia e em defesa das pessoas transmasculinas. Homem trans gay, policial civil, sempre abordava questões sobre sexualidade e gênero de forma leve e descontraída. Era uma alma doce e um coração lindo demais”

Em seguida, o texto reforça a causa da morte de Popo: a violência social às pessoas travestis e transexuais em todo o Brasil. Por fim, demonstra solidariedade à família do policial.

“Infelizmente perdemos mais um de nós que não suportou continuar em uma sociedade tão violenta e desumana. A ANTRA se solidariza a família e amigos do Paulo, em especial ao querido Pedro HMC. Obrigada por tudo! Seguiremos em luto, na luta”, finaliza a nota. (ofuxico.com.br)

Da Redação