28 de maio de 2024 14:02

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha

28 de maio de 2024 14:02

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha
21 escolas estaduais em Barueri retomam aulas presenciais

(Foto Diogo Moreira)

Mari Magdesian    -
05 de novembro de 2020

Até o início da próxima semana, 1.300 escolas da rede estadual de São Paulo vão retomar as atividades presenciais. Juntas, as 1.300 unidades devem atender cerca de 400 mil alunos.

Na região, apenas Barueri autorizou a reabertura das escolas estaduais. No total, 21 prédios escolares já contam com a volta dos alunos para as salas de aula. As demais cidades da região não autorizaram a retomada presencial, tanto nas escolas estaduais quanto nas municipais. Vale ressaltar que na rede municipal de ensino de Barueri as aulas presenciais foram suspensas este ano.

A retomada opcional das aulas regulares presenciais escalonadas começou no dia 7 de outubro para alunos do ensino médio e da modalidade Educação para Jovens e Adultos (EJA). Mas o retorno, entretanto, ficou condicionado à autorização dos prefeitos já que o governo de João Doria deu autonomia para que as prefeituras decidissem se queriam ou não acompanhar o cronograma estadual. Outra flexibilidade oferecida pelo estado é que os municípios podem adotar calendários mais restritivos, de acordo com dados epidemiológicos locais.

A reabertura deve respeitar limites máximos de alunos e protocolos sanitários. Nas redes privadas e municipais, a educação infantil e os anos iniciais do ensino fundamental podem ter até 35% dos alunos por dia em atividades presenciais. Para os anos finais dos ensinos fundamental e médio, o limite máximo é de 20%. Na rede estadual, só é permitido o atendimento de até 20% em todas as etapas.