20 de abril de 2024 07:16

Marcos Neves anuncia José Roberto como pré-candidato a prefeito em Carapicuíba
Renata Abreu lança abaixo-assinado para SUS Animal
Laércio Mendonça diz que só deixa cadeira do PSD por “decisão da lei”
Vereadores criticam comissionados da Prefeitura por dificultar processos
“Parece que somos 21 pamonhas aqui dentro”, diz Santa Maria
"Cada ano de trabalho da gente é considerado dois do povo aí fora”, diz vereador

20 de abril de 2024 07:16

Marcos Neves anuncia José Roberto como pré-candidato a prefeito em Carapicuíba
Renata Abreu lança abaixo-assinado para SUS Animal
Laércio Mendonça diz que só deixa cadeira do PSD por “decisão da lei”
Vereadores criticam comissionados da Prefeitura por dificultar processos
“Parece que somos 21 pamonhas aqui dentro”, diz Santa Maria
"Cada ano de trabalho da gente é considerado dois do povo aí fora”, diz vereador
80 mil por dia vão passar pelo Terminal Vila Yara

(Divulgação)

Mari Magdesian    -
05 de outubro de 2020

Orçado em R$ 28 mihões, o novo Terminal de ônibus da Vila Yara, em Osasco, vai dobrar sua capacidade após a reforma prevista para ser concluída em dezembro. De acordo com o governo do estado de São Paulo, em entrevista ao Giro S/A, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbana (EMTU) explicou que o empreendimento, na divisa entre Osasco e São Paulo, entra sua fase final com construção do muro de contenção, serviços de drenagem e troca de telhas e pinturas.

Atualmente, 17 linhas metropolitanas operam no local e atendem aproximadamente 5 mil usuários por dia, considerado um número abaixo do normal devido à pandemia do novo coronavírus. Muita gente trabalha de casa e a maioria das escolas não retomou as aulas presenciais neste ano. A pandemia também foi responsável pela mudança no cronograma de obras. Inicialmente, a entrega estava prevista para fevereiro.

Foi adiada para maio e, agora, dezembro passa a ser novo prazo. Após a reforma, essa capacidade deverá subir para 80 mil pessoas por dia e 39 ônibus distribuídos em 5 plataformas cobertas. A EMTU explicou que o centro comercial com lanchonete, lojas, quiosques e bicicletário permanecem no pavimento superior. A nova data foi feita repassada pela EMTU.