28 de maio de 2024 14:43

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha

28 de maio de 2024 14:43

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha
A partir de agora região que regredir de fase terá que fechar tudo e funcionar apenas com serviços essenciais

(Divulgação

Mari Magdesian    -
14 de setembro de 2020

Pela primeira vez desde o início do Plano São Paulo todo o estado está na Fase Amarela, que permite atendimento presencial em bares, restaurantes, salões de beleza, academias, shoppings, comércios de rua, escritórios em geral e concessionárias.

Com isso, o governador João Doria anunciou, nesta sexta-feira (11), que as reclassificações serão realizadas mensalmente, ou seja, a próxima acontecerá no dia 9 de outubro. Antes as mudanças de fase aconteciam a cada 15 dias.

O acompanhamento dos indicadores nas próximas quatro semanas vai garantir mais segurança na possível migração de regiões para a fase verde a partir do início de outubro. Além disso, a região que regredir de fase cairá direto para a Fase Vermelha, não passando mais pela Fase Laranja.

Dessa forma as cidades terão que fechar tudo e funcionar apenas com serviços essenciais. “Se houver piora nos indicadores a região será rebaixada imediatamente para a Fase Vermelha”, disse Doria. “A porta da Fase Vermelha ainda está aberta”, completou João Gabbardo, Coordenador Executivo do Comitê de Saúde.


O que pode na Fase AmarelaA fase amarela permite o funcionamento, com restrições, do comércio de rua, shoppings centers, escritórios, bares e restaurantes, academias, salões de beleza e barbearias.

Estabelecimentos de alimentação poderão funcionar até as 22h para consumo local somente em regiões que estejam há pelo menos 14 dias consecutivos fora das fases vermelha e laranja do Plano São Paulo.

Essa opção de atendimento continua permitida apenas em ambientes arejados ou ao ar livre, com obrigatoriedade de assentos. Não será permitido que os clientes fiquem em pé.

A orientação é que os estabelecimentos atendam os clientes conforme horário agendado previamente, para evitar aglomerações.