18 de julho de 2024 07:23

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C

18 de julho de 2024 07:23

Primeiro "ponto de ônibus digital" está em fase de teste em Osasco
Santana de Parnaíba inicia comemorações ao dia de Santa Ana
Água jorra a 5m de altura após rompimento de adutora
Motorista larga ônibus com passageiros na Raposo Tavares e vai para casa
Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Assassino confessa ter tido relações sexuais antes de matar Ana Luísa

Divulgação

Da redação     -
22 de setembro de 2023

Novas informações sobre a morte da transexual Ana Luísa, 19, revelam que Lúcio Douglas Rabelo da Silva, 21, confessou à polícia que teve relações sexuais antes do crime. Ana Luísa era garota de programa.

No 1° DP de Carapicuíba, Lúcio contou ao delegado que, no dia 4 de setembro, eles foram a um motel em Santana de Parnaíba. Após a relação sexual, deixaram o local e, no caminho, brigaram dentro do carro, onde ocorreu o crime.

Lúcio foi preso no dia 19, duas semanas após o desaparecimento de Ana Luísa. Ele confessou o assassinato e levou a polícia ao terreno onde desovou o corpo, que já estava em decomposição próximo a uma estrada em Pirapora do Bom Jesus.

Ana Luísa morava em Jandira e trabalhava como garota de programa próximo ao mercado Cobal, na Vila Caldas, em Carapicuíba. Foi vista pela última vez na avenida Deputado Emílio Carlos.

Segundo Lúcio, durante a discussão dentro do carro, um Fox branco, Ana Luísa teria pego um canivete e ele, para se defender, tomou o canivete dela e na briga acabou acertando o pescoço da jovem.