17 de julho de 2024 12:58

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas

17 de julho de 2024 12:58

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas
Bandeirada Americana

(Foto Dyego-Rufino)

Da redação     -
27 de outubro de 2020

O final de semana foi inesquecível para o piloto osasquense Danilo Lewis. Competindo no sábado (24) no Autódromo de Laguna Sena, em Monterey, na Califórnia, o brasileiro conquistou o seu primeiro pódio na corrida que fechou a temporada da categoria SuperStock. “Que temporada. Estou super, super feliz. Eu desejei isso por toda a minha vida. Nós fizemos acontecer. Isso significa muito para mim e para a minha família. Sacrificamos muito de nossas vidas para eu conseguir vir aos Estados Unidos. Valeu muito a pena ter jogado no vídeo game com esta pista (Laguna Seca). Foi sem dúvidas o melhor dia da minha vida”, comentou Danilo emocionado. O vencedor da etapa foi o sul-africano Cameron Petersen, já o segundo lugar ficou com o norte-americano Corey Alexander.  Com os resultados do final de semana Petersen conquistou o título na categoria. Já Danilo Lewis terminou em oitavo lugar, em sua primeira participação na competição.

Pela SuperBike, competindo também no sábado (24) Danilo Lewis chegou em 13º. Já no domingo (25), também pela categoria, que é a principal da modalidade, nas duas etapas finais da temporada ele chegou, respectivamente, em 11º e 12º. Com isso o piloto do Jardim D’Abril termina a temporada na 14ª colocação na classificação geral, entre 41 pilotos. Nada mal para um piloto que além de participar pela primeira vez do MotoAmerica, competiu com uma moto emprestada, ano 2016, contra pilotos, que já conhecem o campeonato, e pilotando motos 2021 tiradas zero quilômetro das lojas direto para as pistas. Além de problemas de contusão que o tiraram de algumas etapas. Para 2020 Danilo Lewis pretende voltar ao Brasil e pilotar as duas últimas etapas do SuperBike Brasil. Já para o ano que vem o planejamento é focar 100% no MotoAmerica e conquistar resultados ainda mais expressivos do que os de este ano.