26 de maio de 2024 15:58

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar

26 de maio de 2024 15:58

Aposta de Osasco leva prêmio de 1,2 milhão na Lotofácil
Capotamento "trava" Raposo Tavares no sentido Capital
Tarcísio autoriza 16 radares na Raposo entre Cotia e SP; veja locais
Ana Paula Rossi deixa Câmara de Osasco por um mês
Cajamar faz Expo Emprego com maior oferta de vagas da história da Região Metropolitana
Emidio diz que “escola não é quartel” sobre escola cívico-militar
"Cada ano de trabalho da gente é considerado dois do povo aí fora”, diz vereador

Divulgação

Da redação     -
19 de abril de 2024

O vereador Pelé da Cândida (Podemos) revelou na tribuna da Câmara Municipal de Osasco, nesta quinta-feira (18), que os parlamentares envelhecem mais rápido se comparado aos trabalhadores que atuam em empresas.

“Os vereadores envelhecem mais do que os trabalhadores do dia a dia que trabalham em uma empresa, em uma firma. A cada ano de trabalho da gente é considerado dois do povo aí fora”, disse o parlamentar.

Segundo ele, essa conclusão é resultado de uma pesquisa, mas ele não citou onde a pesquisa foi realizada ou o local onde foi divulgada.

Pelé explicou que esse ‘envelhecimento’ acontece porque mesmo quando estão em suas casas os vereadores não se desligam do trabalho.

“Um ano nosso corresponde a dois porque, normalmente, o cidadão quando chega em sua casa ele toma banho, põe o celular para carregar e só vai ver o aparelho no outro dia. Eu duvido qual vereador não recebe pelo menos 200 a 300 mensagens no whatsapp por dia. E você fica perturbado. Não tem vida”, comparou o parlamentar. Ele ressaltou, ainda, que outro dia recebeu a ligação de um munícipe às 2h da madrugada.