19 de julho de 2024 23:57

Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Terremoto no Chile causa tremor em 5 prédios de Cajamar

19 de julho de 2024 23:57

Bandido assalta mesma farmácia pela segunda vez
Gari que se veste de "bailarina" vai disputar para vereador em Itapevi
Shopping Central Park abre as portas às 12h do dia 25
Tarcísio vai gastar R$ 7,2 milhões com policiais em apenas 100 escolas cívico-militares
PM prende funcionária de lava-rápido condenada por homicídio até 2040
Terremoto no Chile causa tremor em 5 prédios de Cajamar
Câmara repudia slogan “não serve pra Jandira, não serve pra Barueri”

Divulgação

Da redação     -
19 de junho de 2024

A Câmara Municipal de Jandira aprovou a Moção nº 19/24, apresentada pelo vereador Márcio Oliveira (PSD), que repudia o slogan “Se não serve pra Jandira, não serve pra Barueri”, adotado por pré-candidato a prefeito e pré-candidatos a vereadores da cidade vizinha. Votação aconteceu na última terça-feira (18) durante sessão ordinária.

O slogan tem sido usado por pré-candidatos a vereador que fazem parte do grupo político de Gil Arantes, pré-candidato a prefeito de Barueri.

A ‘alfinetada’ no slogan é direcionada a Beto Piteri, que já foi prefeito de Jandira e é apoiado por Rubens Furlan na corrida pela Prefeitura.

Para Márcio Oliveira, a fala é preconceituosa e mancha a imagem de Jandira, diminuindo as pessoas que residem no município.

“Sabemos das diferenças econômicas entre Jandira e Barueri. Por isso, peço que, em vez de depreciar, coloquem em seus projetos o auxílio às cidades mais necessitadas, com o apoio de seus deputados, para que nossa região possa ser ainda mais forte”, defendeu.

O autor solicitou ainda que uma cópia da moção seja encaminhada “Toninho Furlan”, presidente da Câmara Municipal de Barueri. Durante a sessão, o documento contou com o aval dos demais parlamentares jandirenses presentes.