21 de maio de 2024 03:45

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança

21 de maio de 2024 03:45

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança
Cão Wotan ajuda a localizar quase 500 porções de drogas em Osasco

Divulgação

Da redação     -
05 de abril de 2024

Na manhã desta sexta-feira (5), a Polícia Civil de Osasco deflagrou uma operação para desarticular um ponto de venda de drogas na Rua Felipe Mosca, no bairro Bussocaba, em Osasco. Uma casa abandonada era utilizada pelos traficantes para armazenar drogas.

A ação foi resultado de uma investigação iniciada após denúncia anônima feita à Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), sob comando do delegado titular Igor Guedes.

Ao todo, a ação resultou na apreensão de 107 porções de maconha, 286? porções de cocaína, 22 porções de crack e 57 porções de haxixe, além de R$ 87,00 em dinheiro.

Cerco e abordagem

Após campana e trabalho de campo, os policiais civis identificaram três indivíduos atuando como olheiros, responsáveis por monitorar a área e avisar sobre a aproximação da polícia. Um quarto indivíduo era responsável pela venda das drogas.

Com o apoio de Wotan, um cão farejador em treinamento, os policiais cercaram o local e abordaram os suspeitos. Um deles tentou fugir, mas foi detido.

Confissões e prisão em flagrante

Os outros três indivíduos confessaram que trabalhavam como olheiros para o tráfico. Um transeunte que estava no local para comprar drogas também foi abordado e confessou ter dado dinheiro ao vendedor, mas não chegou a receber o entorpecente.

Diante das provas e confissões, os quatro indivíduos foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Antecedentes criminais

Os quatro indivíduos presos possuem antecedentes criminais por crimes graves, inclusive tráfico de drogas. Três deles estavam respondendo a processos em liberdade.

Representação pela prisão preventiva

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos envolvidos. A investigação segue em andamento para identificar outros integrantes da quadrilha.