14 de julho de 2024 22:52

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco

14 de julho de 2024 22:52

Mandato coletivo AtivOz busca reeleição com nova formação
Camila Godói se reúne com Márcio França e conquista recurso para Escola do Futuro
Prefeitura Osasco implanta Operação Inverno até setembro
Musical “Os Saltimbancos” se apresenta domingo em Osasco
Fundo Social faz chamamento público para decoração natalina
Libânia Aparecida é pré-candidata a vereadora pelo PSD em Osasco
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025

Divulgação

Da redação     -
21 de junho de 2024

Com a presença de representantes dos poderes Legislativo e Executivo, a Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal de Cotia promoveu nessa quarta-feira, dia 12, Audiência Pública para apresentação e debate da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2025 (veja as fotos neste link). A estimativa é que no próximo Exercício a Receita do Município gire em torno de R$ 1,75 bilhão.

A LDO 2025 está detalhada no Projeto de Lei nº 26/2024, lido na 18ª Sessão Ordinária. Na comparação com a reestimativa de 2024, que aponta uma Receita de R$ 1,72 bilhão, o próximo Exercício teve registrar um crescimento de 2% na arrecadação do Município. Já a Despesa deve passar de R$ 1,53 bilhão para R$ 1,6 bilhão em 2025, o que corresponde a um aumento de 5%.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias determina as prioridades do Governo para o próximo ano com base no Plano Plurianual (PPA) e orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), que é o orçamento propriamente dito. Em Cotia, o planejamento é dividido em quatro eixos estratégicos alinhados com a Agenda 2030 da ONU: Cotia Inteligente, Cotia Viva, Cotia Mais Humana e Cotia do Amanhã.

Entre as ações previstas na LDO para o próximo ano estão a criação de um Centro do Idoso e de equipamento público para atendimento da mulher, a construção de 22 salas de recursos multifuncionais na rede municipal de ensino, reforma e ampliação de 13 unidades escolares, construção de três núcleos esportivos e da nova sede para a Guarda Civil do Município (GCM).

Os dados foram apresentados pelo contador da Câmara Municipal, Adriano Resende, e pelo Diretor de Planejamento Estratégico, Diego Félix. A Audiência Pública teve a participação dos vereadores Celso Itiki (PSD), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento; Paulinho Lenha (MDB), vice-presidente; e Iran Soares (PSC), membro da Comissão.