12 de junho de 2024 11:48

Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
Em um ano Santana de Parnaíba registra queda de 100% em homicídio doloso
Confira o que abre e fecha em Osasco no feriado de Santo Antônio
"Muralha Paulista" coloca 1700 policiais e 500 viaturas nas ruas de Osasco
Parque inflável da Hello Kitty abre as portas dia 15 no Shopping Tamboré
Carapicuíba inicia aplicação da nova vacina contra Covid-19

12 de junho de 2024 11:48

Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
Em um ano Santana de Parnaíba registra queda de 100% em homicídio doloso
Confira o que abre e fecha em Osasco no feriado de Santo Antônio
"Muralha Paulista" coloca 1700 policiais e 500 viaturas nas ruas de Osasco
Parque inflável da Hello Kitty abre as portas dia 15 no Shopping Tamboré
Carapicuíba inicia aplicação da nova vacina contra Covid-19
CPTM apresenta ao prefeito projeto das 5 novas estações em Osasco

Divulgação

Da redação     -
17 de novembro de 2023

Nesta semana, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e a Secretaria de Transporte do Estado apresentaram ao prefeito de Osasco, Rogério Lins, o projeto das novas estações de trem na cidade.

‌A linha 24-Arco Leste é um projeto audacioso da CPTM para ligar Alphaville (em Barueri) à região da avenida Faria Lima (em São Paulo). Ambas áreas nobres em seus respectivos municípios.

Dentro da proposta, os trilhos vão passar por Barueri, Carapicuíba, Osasco, Taboão da Serra e São Paulo. Ao todo estão programadas 20 estações e quatro pontos de integração entre trem e Metrô.

Em Osasco serão cinco novas estações, em Barueri três e, em Carapicuíba, cinco. A demanda da Linha 24-Arco Oeste seria de 558 mil passageiros, em 2030, com 32 trens em circulando.

Estações

No município de Barueri estão previstas três estações: Rio Negro, Araguaia e Tamboré. As paradas deverão atender ao centro empresarial de Alphaville, um dos mais dinâmicos da grande São Paulo.

Em Carapicuíba estão previstas cinco paradas: Parque da Lagoa, Carapicuíba, Brasil, Hospital Geral e Integração. A linha corta a região central da cidade e atende principalmente aos pontos com maior quantidade de habitações.

Na região de Osasco cinco estações deverão ser construídas. São elas as estações São Pedro, Jardim Roberto, Santo Antônio, Nova Granada e Sanazar. Assim como em Carapicuíba, neste trecho é predominante o uso residencial do solo.

Após Osasco, a Linha 24 chega à Zona Oeste de São Paulo com três estações: Jardim D’Abril, Monte Belo e Eiras Garcia. Na estação Monte Belo haverá integração com a futura Linha 22-Marrom que ligará Cotia até Sumaré. Neste traçado a linha cruza áreas residenciais.

Em Taboão da Serra estão previstas as estações Hortênsias e Taboão, esta última com integração com a Linha 4-Amarela. A estação cruza áreas residenciais e o centro da cidade.

Por fim, a linha volta para São Paulo chegando na Zona Sul da cidade. As estações Donatello e Campo Limpo deverão realizar o atendimento a áreas de uso residencial e misto, com moradias e comércio.