17 de julho de 2024 13:44

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas

17 de julho de 2024 13:44

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas
De onde vem a fortuna de Manoel Gomes, do hit 'Caneta azul'?
Da redação     -
29 de janeiro de 2024

Dono do sucesso “Caneta azul”, Manoel Gomes mostrou sua nova mansão em Alphaville, em Barueri. Além disso, ele também comemorou a compra de uma Range Rover novinha, avaliada em R$ 650 mil. Os novos patrimônios significam uma volta por cima para o artista. No ano passado, Manoel acusou seus ex-empresários de suposto golpe financeiro, avaliado em cerca de R$ 1 milhão.

Com o sucesso da música, Manoel passou a aumentar seus bens a partir de investimentos e com campanhas publicitárias, de onde vem grande parte de sua renda. Recentemente, ele lançou uma música com o cantor Tierry, chamada “Lá ele”, sendo um sucesso nas plataformas digitais, tendo mais de 72 milhões de acessos somente no YouTube.

Inclusive, foi em parceria com o astro do arrocha que Manoel saiu em turnê pelos Estados Unidos em abril do ano passado. Meses antes, Manoel lançou um disco novo, sendo o segundo de sua carreira. Disponível nas plataformas, “Manoel Gomes, Blue Pen” tem 27 faixas, incluindo canções que já eram virais, como “Maura”, “Eu vou deixar de ser besta” e claro, “Caneta azul”.

Meses depois, o maranhense teve seu nome envolvido em polêmicas. Ele denunciou um suposto desvio de ao menos R$ 1 milhão de suas contas bancárias. Os responsáveis, segundo a queixa, seriam os antigos empresários do cantor. De acordo com o advogado de defesa de Manoel Gomes, João Nascimento, há evidências substanciais de que o artista foi extorquido — os últimos empresários teriam desviado cachês do cantor. Contratos de publicidade assinados nos últimos quatro anos também estavam sendo analisados pelo profissional. (com jornal Extra do RJ)