21 de junho de 2024 22:50

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

21 de junho de 2024 22:50

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul

Divulgação

Da redação     -
27 de maio de 2024

Neste domingo (26), quatro membros da Defesa Civil de Jandira e um Guarda Civil Municipal (GCM) chegaram na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, para trabalhar nas ações de apoio às vítimas das inundações que têm assolado o estado nas últimas semanas.

A missão da equipe de Jandira inclui ajudar na busca e resgate de pessoas em áreas inundadas, oferecer suporte às operações locais e colaborar na logística de distribuição de ajuda humanitária.

Nível do canal São Gonçalo atinge marca recorde

O nível do canal São Gonçalo, em Pelotas, na Região Sul do estado, atingiu 3,06 metros entre domingo (26) e esta segunda-feira (27) – marca recorde, que nunca havia chegado na história.

A marca mais alta atingida antes dessa havia sido 3,02 metros em 16 de maio, superando a altura da enchente história de 1941, quando chegou a 2,88 metro. O nível do canal está 18 centímetros maior que o daquela época.

Com isso, áreas na cidade de Pelotas, que até então não haviam sido diretamente atingidas pela enchente, alagaram, como a Vila Farroupilha, no bairro Fragata.

A Praia do Laranjal, onde a água da Lagoa dos Patos havia recuado, voltou a inundar. Na sexta-feira (24), a Defesa Civil aumentou a abrangência da área de risco da cidade. Isso fez com que moradores fossem retirados de casa.

De acordo com a prefeitura da cidade, o aumento do nível ocorre pela descida da água da Lagoa Mirim depois da chuva registrada na Região Sul – o canal faz a ligação entre as lagoas Mirim e dos Patos. Foram 180 milímetros em 48 horas.

A prefeitura afirma que tem usado uma bomba de água para retirar água do canal para jogar de volta para o lago São Gonçalo. Além disso, diques foram reforçados para tentar conter a água, mas rachaduras apareceram no concreto de um, razão pela qual mergulhadores são usados para o conserto da proteção.