19 de maio de 2024 21:40

"Nada vai impedir que a gente conquiste essa vitória", diz Márcio França sobre Camila Godoi
Motoboy xingou atendente de "vaca", diz Mc Donald's
Tarcísio inaugura novo acesso a Osasco neste domingo
Câmara aprova CEP Digital em Osasco e projeto aguarda sanção do prefeito
Casal é expulso de PS após namoro "quente" num cantinho isolado
Homem é agredido pela população após bater em padrasto

19 de maio de 2024 21:40

"Nada vai impedir que a gente conquiste essa vitória", diz Márcio França sobre Camila Godoi
Motoboy xingou atendente de "vaca", diz Mc Donald's
Tarcísio inaugura novo acesso a Osasco neste domingo
Câmara aprova CEP Digital em Osasco e projeto aguarda sanção do prefeito
Casal é expulso de PS após namoro "quente" num cantinho isolado
Homem é agredido pela população após bater em padrasto
Doria destina 5 milhões para motofretista comprar moto e regularizar CNH

(Divulgação)

Mari Magdesian    -
21 de setembro de 2020

O governador João Doria lançou nesta segunda-feira (21) o programa Motofretista Seguro, iniciativa inédita do Detran.SP que oferece crédito, facilidades de financiamento e formação para profissionais desta categoria. O pacote de medidas ainda dá oportunidade de regularização da documentação necessária para o exercício mais seguro da profissão.

“O serviço de delivery no estado de São Paulo sofreu, ao longo destes meses, um crescimento extraordinário, com uma fortíssima adesão de novos usuários de motocicleta na qualidade de motofrentista para prestar serviços de entrega, ajudando a população a ultrapassar esse período tão crítico e duro da pandemia”, afirmou Doria. A categoria contará com benefícios para compra de itens de segurança e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

Outra medida do Detran visa adequar os motofrentistas para exercício da atividade com regularização de documentos, cursos de formação e atualização, oportunidades de práticas de aperfeiçoamento e auxílio na obtenção de linhas especiais de crédito para troca de veículo ou compra de novos equipamentos de segurança.

“O programa de capacitação será financiado com recursos de multas do Detran e nosso objetivo é, acima de tudo, oferecer condições melhores e mais seguras de trabalho para essa categoria”, afirmou o Diretor-presidente do Detran, Ernesto Mascellani Neto. Na primeira fase do programa, o investimento do Detran será de R$ 5 milhões.

A regularização dos documentos dos motofrentistas e dos veículos, além de uma formação adequada para os profissionais, deve resultar em mais segurança no trânsito. O programa vai receber recursos da arrecadação de multas e terá o apoio de parceiros como SindimotoSP, Banco do Povo Paulista e Sindicato das Autoescolas (CFCs).

Como participar

Os motofretistas que precisam regularizar a situação da CNH devem se inscrever no site www.motofretistaseguro.sp.gov.br e ingressar no curso de formação desenvolvido pelo Detran. Também é preciso cumprir alguns requisitos, como idade mínima de 21 anos, ter CNH e exercer atividade remunerada.