29 de fevereiro de 2024 12:19

Cliente expulso de padaria em Barueri é preso pela Polícia Federal
Vôlei Osasco entra em quadra com "sangue nos olhos" após transfobia contra Tiffany
Equipe Força & Ação se apresenta em Itapevi neste sábado
Diogo Portugal leva show ‘Não me cobre coerência’ a Osasco
PM recupera carga roubada em "muquifo" no Jardim Roberto
Estado disponibiliza Exército para municípios no combate à dengue

29 de fevereiro de 2024 12:19

Cliente expulso de padaria em Barueri é preso pela Polícia Federal
Vôlei Osasco entra em quadra com "sangue nos olhos" após transfobia contra Tiffany
Equipe Força & Ação se apresenta em Itapevi neste sábado
Diogo Portugal leva show ‘Não me cobre coerência’ a Osasco
PM recupera carga roubada em "muquifo" no Jardim Roberto
Estado disponibiliza Exército para municípios no combate à dengue
Em 8 meses número de faltas em consultas em Osasco ultrapassa 180 mil

Divulgação

Da redação     -
02 de outubro de 2023

A Comissão Permanente da Saúde e Assistência Social da Câmara Municipal de Osasco realizou, na noite de sexta-feira (28), uma audiência pública para prestação de contas da Secretaria de Saúde relativa ao segundo quadrimestre de 2023.

A prestação de contas foi apresentada pelo gerente da Vigilância Epidemiológica, Sátiro Márcio Ignácio Júnior. Segundo ele, entre janeiro e agosto deste ano, 182.217 consultas deixaram de ser realizadas pela falta do paciente no horário agendado.

Além disso, 20.795 exames complementares deixaram de ser realizados e 17.750 consultas odontológicas não foram efetivadas por causa da ausência dos pacientes.

Sátiro também destacou o aumento no número de atendimentos representado pela atenção primária, que espelha a “porta de entrada” para os níveis superiores de maior complexidade do sistema de saúde.

No segundo quadrimestre, entre maio e agosto, de acordo com os dados apresentados, além do aumento em 1.238.350 de atendimentos totais em relação ao 1º quadrimestre, pela primeira vez o número de atendimentos no nível terciário – que fornece atendimento de alta complexidade, sendo formado por hospitais – está menor que no nível secundário e primário.

Sátiro Márcio revelou que no 2º quadrimestre, do total de atendimentos, 64% foram na atenção primária, 20% na atenção secundária e 16% na atenção terciária, invertendo de forma positiva o que aconteceu no 1º quadrimestre, onde foram 38% na atenção primária, 26% na atenção secundária e 36% na atenção terciária.

“Esses números foram alcançados porque há tempos a secretaria os busca. Para isso, reforçou ações de modificação de comportamento populacional e profissional, com reorganização de agendamento, enfermagem, mutirões, ações extramuros e ações de atividades de saúde coletiva. E estamos seguindo para o que é considerado ideal pelos estudiosos da saúde”, ressaltou o gerente da Vigilância Epidemiológica.