23 de junho de 2024 11:26

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA

23 de junho de 2024 11:26

Incursão em favela resulta na apreensão de quase duas mil porções de drogas
"Operações nas divisas vão continuar", diz coronel Virgolino
Vôlei Osasco apresenta elenco da temporada 2024/2025
Em 4h, polícia e GCM vistoriam 196 pessoas, 71 motos e 25 carros na divisa de Osasco e Carapicuíba
Cotia prevê orçamento de R$ 1,7 bilhão para 2025
Em um mês região ganhará 1° "shopping aberto" semelhante aos da Europa e EUA
Emidio declara apoio a Boulos para prefeitura da Capital

(Divulgação)

Da redação     -
24 de novembro de 2020

O deputado estadual Emidio de Souza (PT) declarou, nesta segunda-feira, 23, que apoia a candidatura de Guilherme Boulos (PSOL) para prefeito de São Paulo. “Por uma São Paulo mais justa e menos desigual”. publicou Emidio em suas redes sociais.

O segundo turno da eleição municipal acontece no próximo domingo, 29, e Boulos concorre com Bruno Covas, candidato à reeleição pelo PSDB. Emidio já governou Osasco por duas vezes e disputou a prefeitura, nestas eleições, ficando em terceiro lugar. O prefeito Rogério Lins conseguiu se reeleger no primeiro turno.


Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S. Paulo” na madrugada desta terça-feira (24) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos totais para o segundo turno das Eleições 2020 para a Prefeitura de São Paulo: Bruno Covas aparece com 48%; Guilherme Boulos com 40%. Já os votos brancos/nulo somam 9% e os que não sabem/não responderam representam 3%.


Para calcular os votos válidos são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial. Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto. Se analisados apenas os votos válidos, hoje, o resultado mais provável seria Bruno Covas 55% e Guilherme Boulos 45%.