15 de junho de 2024 10:28

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi

15 de junho de 2024 10:28

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
Estado vai contratar mais de 10 mil professores para recuperação em janeiro

(Divulgação)

Mari Magdesian    -
11 de novembro de 2020

O secretário da Educação Rossieli Soares anunciou nesta quarta-feira (11) que vai contratar mais de 10 mil professores da rede estadual para atuar no programa de recuperação e aprofundamento dos alunos das escolas estaduais. Os docentes da rede que tenham interesse em participar das aulas de recuperação em janeiro, mediante a pagamento extra, também terão essa opção.

O programa será implementado para minimizar os déficits na aprendizagem dos estudantes que podem ter ocorrido durante o período de suspensão das atividades presenciais.

Além dos novos profissionais, mais de 140 mil profissionais serão formados para atuar no programa de Recuperação. Eles terão à disposição para o trabalho recursos didáticos impressos e digitais específicos, como 6 milhões de cadernos de atividades para os alunos por bimestre. Para identificar as habilidades essenciais que não foram desenvolvidas entre os estudantes, a Secretaria Estadual da Educação vai aplicar avaliações diagnósticas.

Ciclo contínuo até 2021

Os anos letivos de 2020 e 2021 serão considerados como um único ciclo contínuo. Por isso, a avaliação da aprendizagem será feita ao longo de oito bimestres (quatro de 2020 e quatro de 2021).

Os alunos que entregaram as atividades propostas neste ano serão aprovados para o próximo ano letivo, mas terão o aprendizado avaliado ao final de 2021. Já os alunos que não fizeram as atividades, terão a oportunidade de fazê-las e entregá-las ainda neste ano.

Conforme o calendário de 2021 anunciado por Rossieli o recesso escolar será de 18 a 25 de janeiro; o 1º bimestre, de 1 de fevereiro a 16 de abril; recesso escolar entre 19 a 23 de abril; 2º bimestre de 26 de abril a 5 de julho e férias docentes de 6 a 20 de julho. O 3º bimestre semestre será de 21 de julho a 8 de outubro, com recesso escolar de 11 a 15 de outubro; em seguida o 4º bimestre encerra o ano letivo com aulas de 18 de outubro a 21 de dezembro.