23 de maio de 2024 22:16

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco

23 de maio de 2024 22:16

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco
Frota quer cotas para candidatura LGBTQIA+

(Foto Maranhão)

dev    -
23 de novembro de 2020

Morador de Cotia, o deputado federal Alexandre Frota (PSDB) apresentou, na Câmara dos Deputados, Projeto de Lei que propõe tornar obrigatório que partidos políticos mantenham 10% para as candidaturas LGBTQIA+ para os cargos do Poder Legislativo, o que abrange deputados federais, estaduais e vereadores”.

“Quanto mais diversificada a composição das casas legislativas, maior a possibilidade dos mais diversos segmentos sociais existentes. Estimular as candidaturas LGBTQIA+ é uma forma de a sociedade poder decidir se querem ou não ser representadas por este segmento social”, justificou o tucano no projeto.

Segundo Frota, o percentual de 10% ainda é pequeno. “Mas é um começo de um novo momento da política e da democracia brasileira. As questões de gênero precisam ser discutidas e avaliadas por toda a sociedade e nada mais justo que estimular as

candidaturas em maior diversidade social, seja mulheres, negros ou pessoas LGBTQIA+”, completou.

O projeto foi apresentado na Câmara no dia 20 e ainda deverá passar pelas Comissões Permanentes. Caso seja aprovado por todas irá para votação no plenário.