21 de maio de 2024 04:57

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança

21 de maio de 2024 04:57

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança
Gansinho tenta "emplacar" polo das noivas em Osasco

Divulgação

Da redação     -
21 de março de 2024

Os vereadores de Osasco aprovaram, nessa terça-feira (19), durante sessão ordinária, o projeto de lei que cria o Polo das Noivas de Osasco.

A iniciativa, proposta pelo vereador Rodrigo Gansinho (PL), visa a promoção e o desenvolvimento sustentável da atividade econômica na região da rua Natanael Tito Salmon – trecho compreendido entre a rua Antônio Agú e a avenida João Batista, no Centro da cidade.

“A criação do Polo das Noivas de Osasco tem por objetivo a geração de emprego e renda para a região, que tem como uma das características a concentração de lojas de locação e venda de trajes para festas e eventos, além de outros serviços relacionados, como locação de veículos de luxo, alfaiate, floriculturas e espaços de beleza”, explica Rodrigo Gansinho.

De acordo com o projeto, são objetivos do Polo: promover o desenvolvimento sustentável da atividade econômica voltada para festas e eventos; atrair novos investimentos dentro do perfil vocacional da região de abrangência do polo; e fomentar o desenvolvimento do comércio local.

A proposta foi aprovada em 1º turno e deve passar por nova votação na sessão da próxima quinta-feira (21).